Disney’s Typhoon Lagoon: o mais antigo parque aquático da Disney

Disney's Typhoon Lagoon

Disney’s Typhoon Lagoon

Hoje vou falar do Disney’s Typhoon Lagoon, o maior parque aquático do Walt Disney World. Se tem uma coisa eu que adoro é parque aquático. Sempre vim pra Orlando no calor, ou ao menos em épocas mais quentes como outubro e maio, e sempre frequentei os parques aquáticos da cidade, principalmente da Disney. Acho que é um programa que diverte sem cansar tanto… ok é um tal de subir escadas que não acaba mais, mas mesmo assim é relaxante. Aliás, uma coisa que não entendo é que as pessoas vão para Fortaleza apenas para ir ao Beach Park mas chegam aqui em Orlando e nem pensam em ir nos parques aquáticos… nunca vou entender isso!

 

A história dos Parques Aquáticos da Disney

a piscina de ondas do Typhoon é a melhor que já fui

a piscina de ondas do Typhoon é a melhor que já fui

Todo mundo pensa que a Disney só teve 2 parques aquáticos: o Typhoon Lagoon e o Blizzard Beach. Só que O  Typhoon Lagoon não foi o primeiro parque do complexo. O primeiro parque foi o River Country, que ficava dentro do Fort Wilderness. O River Country foi aberto em 1976 e o Typhoon Lagoon em 1989. Mas, em 2001 o River Country foi fechado e em 2005 anunciaram que o fechamento seria permanente, isso porque  a legislação mudou e proibiu que parque aquáticos usassem águas de rios, obrigando que fossem usadas apenas águas clorificadas.  Algumas fontes dizem que o parque fechou porque foram encontradas em suas águas bactérias maléficas para a saúde e que causariam até morte. Enfim, o fato é que a história desse parque e seu abandono deixam todos curiosos.

Sendo assim, o Blizzard Beach é o caçula dos parques aquáticos da Disney, pois foi inaugurado em 1995. Aliás, já estava na hora de aparecer mais um parque aquático né? 🙂

Typhoon Lagoon e sua temática

arraia e tubarão no Shark Reef

arraia e tubarão no Shark Reef

Porque na Disney tudo tem um enredo, tema ou inspiração, e claro que eu vou sempre entrar nesses detalhes! E a lenda do Typhoon Lagoon é essa: “existia o vilarejo da ilha da Typhoon Lagoon, que foi devastado por uma terrível tempestade, fazendo com que navios e barcos encalhassem. Ao mesmo tempo houve uma erupção de um vulcão, um terremoto e por fim, um furacão. Tragédia pouca é bobagem! Passada a tormenta, seus habitantes voltaram e encontraram um barco pesqueiro encalhado no alto do monte Mayday. As águas da tempestade que escorreram do alto do monte formaram uma enorme piscina com ondas de quase 2 metros de altura. Essas mesmas águas do topo da montanha, formaram 3 cachoeiras com quedas super íngrimes.”

E é assim que o parque é ambientado. Pode parecer que é tudo bagunçado, pois tem barcos revirados espalhados por todos os lugares, dando a impressão que realmente o lugar foi devastado. Como pano de fundo, a ilha tropical de Typhoon Lagoon, com vegetação densa, palmeiras, aquela cara de férias de verão que só esse parque tem!

Ah, já ia me esquecendo… por conta dessa tragédia toda, aliás, só a Disney para bolar algo divertido com um cenário desse, é que o símbolo do parque é esse barco pesqueiro encalhado no alto do monte Mayday.

Como é o parque aquático Typhoon Lagoon

São 214.500 metros quadrados de parque, que fica localizado pertinho do Downtown Disney. O visual do parque é como eu narrei acima, uma bagunça arrumada, dando a impressão de estar em uma ilha tropical que foi devastadas por um furacão. O clima é super descontraído e o parque vive cheio! Eu diria que é o parque mais a cara da galera adolescente que existe na Disney. Não sei se é por causa das músicas, do astral típico de férias de verão de filme americano…  Como meninas ainda não estão nessa fase, apesar de estarem próximas, elas acabam preferindo o Blizzard, ao menos por enquanto.

o parque tem atrações radicais e muita coisa para criança também

Humunga Kowabunga

O parque tem atrações para todas as idades e se eu tivesse que listar apenas uma que eu goste mais, eu colocaria a piscina de ondas, que por sinal tem uma das maiores ondas artificiais dos Estados Unidos. Mas tem mais atrações ótimas como o Crush ‘n’ Gusher, o Storm Slides , o e, apesar de não curtir, o Shark Reef, que é super concorrido. Segue a lista de tudo que tem no parque, com a nossa opinião sobre a atração e a altura mínima delas (quando for o caso)

  • Bay Slides: a área infantil do Typhoon Lagoon é bem bonitinha e mais focada em crianças pequenas mesmo. Meninas se frustaram pois já não podem ir nos brinquedos de lá, pois a altura lá é máxima de 1.52m
  • Castaway Creek : o tradicional riozinho que tem em todo parque aquático.. perfeito para depois do almoço…
  • Crush ‘n’ Gusher : uma das atrações mais divertidas do parque! Trata-se de uma ‘montanha-russa’ aquática feita por um bote de duas pessoas. Pode ir sozinho ou, no caso de crianças, irem em 3.  E por que montanha-russa? Porque no trajeto de mais de 121 metros tem descida e subida! Altura mínima 1.22m
  • Gangplank Falls:  esse é o brinquedo para a família se divertir junta.. só que não se compara à atração equivalente do Blizzard Beach. É curto demais e com pouquíssima emoção…. sem contar que tem uma fila enorme e nós que temos que levar a super mega bóia lá pra cima.
  • Humunga Kowabunga: Uma das atrações mais radicais pois desce cerca de 65m  e tem um ângulo de 60 graus, chegando a uma velocidade de cerca de 50km/h. Altura mínima: 1.22m
  • Keelhaul Falls:  um toboágua que é descido com uma bóia, passando por cavernas e quedas d’água.
  • Ketchakiddee Creek: um riacho para as crianças pequenas com bóias, brinquedos, escorregas e etc. Esse também tem altura máxima: 1.22m
  • Mayday Falls : mais radical e divertida do que as outras atrações com sobrenome “falls” (Gangplank e Keelhaul). A inclinação é maior e a descida pelas corredeiras de bóia é bem divertida.
  • Shark Reef: bom… quem me lê sempre sabe que eu não curto atrações com animais.. qualquer animal. Acho totalmente desnecessário.. e acho que nesse mesmo local ficaria perfeito mais um toboágua radical. E por isso, mesmo indo sempre ao parque, eu me recuso a ir no Shark Reef. Mas, tem quem curta… Trata-se de um mergulho de snorkel em um recife artificial de água salgada, com 3m de profundidade, que ganha inclusive um petroleiro naufragado de cenário. Nesse mergulho  é possível ver arraias, peixes e tubarões. Para ir na atração é preciso saber nadar, de qualquer maneira é possível usar coletes, oferecidos gratuitamente, e claro, o snorkel, também oferecidos do mesmo modo. Menores de 10 anos devem estar acompanhados de um adulto.
  • Storm Slides: Eu já falei que adoro atração sem bóia? São 3 escorregadores onde a gente desce sem bóia fazendo muitas curvas! A descida é de cerca de 100m e pode chegar a uma velocidade de 40km/h
  • Typhoon Lagoon Surf Pool: Olha, piscina de onda tem em quase todos os parques, mas igual a do Typhoon Lagoon ainda não vi! Ela foi desenha inclusive para que se pudesse pegar onda com prancha de surf! Como já falei, ela tem uma das maiores ondas artificiais dos Estados Unidos, chegando a 2 metros. E claro, não é o tempo todo assim, ela funciona em ciclos, com ondas calmas e depois com ondas fortes. Placas perto da piscina avisam os horários, mesmo assim os intervalos das ondas fortes são de 1:30 minutos, dá tempo de fugir!
com o Stick

com o Stitch

Além dessas atrações todas, sabe quem sempre está por lá? A Lilo e o Stitch! Um aparece de manhã e o outro de tarde!

Onde e o que comer no Typhoon Lagoon

Se já é difícil comer em parque comum, a coisa piora mais ainda quando se fala em parque aquático, pois como fecha mais cedo, não existem aqueles super restaurantes que você pode pedir comida a la carte.  Mas, nem tudo está perdido, basta saber onde comer que dá até para fazer uma refeição mais saudável.

  • Happy Landings Ice Cream: como o próprio nome diz, vende sorvetes! Aliás, já falei isso antes, mas repito! Experimente ao menos uma vez o Sand Pail, sorvete que vem em um baldinho de praia que é pra ser compartilhado com toda a família. Fica bem ao lado esquerdo do parque, de quem olha para a piscina.
  • Leaning Palms: Fica também do lado esquerdo do parque, numa área quase centralizada para alimentação e é onde nós comemos sempre quando vamos ao parque. Isso porque vende de tudo : hambúrguer, cachorro-quente, nuggets, pizza, sanduíche de carne de porco, além de coisas mais saudáveis como wrap de frango, caesar salad com frango e até um frango com arroz e feijão que um dia eu vou tentar encarar!
  • Let’s Go Slurpin’ : é um quiosque com vários drinks alcóolicos, além de servir cervejas e vinhos. Fica um pouco só à direita de quem entrou no parque, olhando para a piscina,  bem  próximo às cadeiras. 
  • Lowtide Lou’s : tem poucas opções como sanduíche de atum e wrap de frango. Fica bem em frete à área infantil do parque.
  • Snack Shack :  Pertinho do Shark Reef, também tem uma quantidade grande de mesas e cadeiras por perto mas fecha mais cedo que os outros lugares. Tem saladas, sanduíche de atum e waffles .
  • Typhoon Tilly’s : situado na mesma região do anterior, isto é, perto do Shark Reef, vende pratos com camarão e peixe, além de corndogs. Também fecha mais cedo.

E nos parques aquáticos é possível comprar uma caneca para ter refil de refrigerante à vontade durante o dia todo!

Aluguel de toalhas, armários e cabanas

Como todos os parques aquáticos que já fui na vida, é possível alugar toalhas e armários no Typhoon Lagoon. Confesso que toalhas eu não alugo há tempos, pois acabo levando daqui de casa. E quanto ao locker, confesso também que nem sempre alugo, e que tenho dado sorte de nunca terem me levado nada. Mas, não recomendo, faço isso porque não levo muito dinheiro, estou perto de casa, nem máquina tenho levado mais, enfim.

O aluguel da toalha custa $2, o armário pequeno custa $13 e o grande $15. Sendo que ao devolver a chave você ganha $5 de volta.

com a Lilo

com a Lilo

Dicas:

– nem preciso dizer que protetor solar é imprescindível né? Mas é sério, o sol da Flórida é cruel!
– por mais que tenha esguichos no chão para não deixar muito quente, tem lugar que fica, e chegou a dar bolhas nos pés das meninas. Use chinelo mesmo ou compre aquelas sapatilhas feita para entrar em piscina, principalmente em crianças.

Informações importantes

– O Typhoon Lagoon  não fica aberto o ano inteiro, ficando fechado entre outubro e dezembro.
– O estacionamento é gratuito
– Durante o verão o parque conta com vários fotógrafos que ficam em vários pontos. Se tiver com a magic band (ah, ela é a prova d’água) eles podem salvar a foto nela mas se não tiver eles têm um cartão onde você pode salvar suas fotos e entrar no Photopass depois.
– Horário de funcionamento: No verão o horário o parque fica aberto geralmente das 9h às 20h. Nos outros meses o horário geralmente é de 10h às 17h, podendo mudar de acordo com feriados. O ideal é sempre dar uma olhada no site do parque para chegar isso.
– Site oficial:  https://disneyworld.disney.go.com/destinations/typhoon-lagoon/
– Ingressos: O ingresso para um dia de parque está custando hoje $58 . Mas normalmente quem vem para Orlando não vai só no parque aquático. Existe uma opção de ingresso da Disney que engloba os parques aquáticos, que é a Water Park Fun and More. Significa que você compra um ingresso de 5, 10  dias (o que você quiser) da Disney e pede pra ser com essa opção.

uma das atrações mais legais Crush 'n' Gusher

uma das atrações mais legais Crush ‘n’ Gusher

Não fique desconectado em sua viagem para Orlando, compre aqui um chip pré pago com internet ilimitada

Quer mais dicas da Disney e de Orlando? Entra no nosso link Orlando é tudo de bom

Já tem onde se hospedar em Orlando? Reserve pelo nosso parceiro Booking

Hotéis em Orlando

Mais fotos do Typhoon Lagoon

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *