Roteiro do 5º dia no Jalapão com a Korubo

 

Despedida do pessoal do Safari Camp

Despedida do pessoal do Safari Camp

Acordamos cedo e deixamos as malas prontas na frente das barracas … era dia de partir. Depois do café da manhã, com direito a tapiocas, dei uma volta no acampamento para fazer mais fotos e já deu aquela saudade de tudo e de todos.

tapioca no café da mahnã é tudo de bom

tapioca no café da manhã é tudo de bom

Antes de partirmos em direção às últimas atrações do Jalapão, um breve momento de confraternização com toda a equipe da Korubo. Não só os Adventure Bloggers, mas todo o grupo da viagem queria dar um abraço e agradecer por toda a atenção e dedicação que eles nos deram.

com o pessoal da Korubo e nossos novos amigos

com o pessoal da Korubo e nossos novos amigos

Aliás, foi um momento de confraternização geral, pois também fizemos novos amigos como a Flávia, Marcos, Juh e Alexandre, que entraram nas nossas vidas para ficar!

Cachoeira da Velha Jalapão

Cachoeira da Velha

Nossa primeira parada foi na Cachoeira da Velha,  que fica no Rio Novo e é a maior cachoeira do Jalapão, com duas quedas volumosas de mais de 20 metros que despencam em formato de ferradura.  Mais um espetáculo da natureza, dessa vez mostrando sua força e beleza. Uma pequena trilha, beirando o lado do rio, nos dá ângulos diferentes da cachoeira.

Cachoeira da Velha Jalapão

outro ângulo da Cachoeira da Velha

Uma pena é não poder mergulhar.. mas a queda é muito forte e não é seguro. Se bem que li que é possível atravessar (de bote inflável ou até mesmo nadando), depois da queda, e ver a cachoeira da outra margem. Fiquei devendo isso .. quem sabe numa próxima ida? 🙂

Prainha do Rio Novo - próxima à Cachoeira da Velha

Prainha do Rio Novo – próxima à Cachoeira da Velha

Bem próximo à Cachoeira da Velha existe uma prainha, de águas calmas e areia fina, cercada por matas de galeria. Nós fomos no caminhão, mas é possível chegar lá à pé, por uma trilha, e leva cerca de 1 hora desde a cachoeira. Foi o momento de refrescar e relaxar.

momento de descontração dos Adventure Bloggers na Prainha

momento de descontração dos Adventure Bloggers na Prainha

O almoço-lanche foi feito ali mesmo, nas escadas que dão acesso à prainha. Eu que achava que não iria mais comer nenhuma das delícias feitas pelo Nelson, cozinheiro do acampamento, fui surpreendida com empadões de frango e de palmito, além de sucos e bolo de chocolate de sobremesa!

Fim do almoço e voltamos à estrada, em direção à Ponte Alta, onde nos despedimos do Mauro e trocamos de caminhão, como na ida. Parecia que o Jalapão estava triste com a nossa partida, pois foi o único dia que o tempo fechou e chegou a chuviscar.

Chegamos em Palmas por volta das 20h, e foi o tempo de jantar e descansar dessa viagem incrível!

 

Abaixo segue a letra da música Passarim do Jalapão (de Dorivã) que o Mauro em uma das noites no acampamento cantou trechos e que com certeza vai ficar pra sempre na minha memória, por retratar um dos lugares mais bonitos que já fui

 

Passarim do jalapao

Me revele alguns segredos

Teus mistérios e magias

Cante ao povo brasileiro

Por que que a cachoeira

É da velha

Se dá formiga em queda d’água

Como é que aqui nasceram dunas?

Se nem é beira de mar

E nas águas do frevedor

Porque que eu não consigo afundar?

Cacimba que sacia a sede

Dessa gente que a gente nem vê

Guarde um pouco dessa água

Deixe esse povo beber

Teus morros povoaram sonhos

Criando mistérios lendas

Desenharam templos em pedras

Coisas que eu nem sei cantar

Rezadeira de bendito

Faca um chapéu pra min

Que é pra poder usar

Quando eu for lá pro bom-fim

 

 

 

 

 

Leia também:

Roteiro do 4º dia no Jalapão com a Korubo

Roteiro do 3º dia no Jalapão com a Korubo

 Roteiro do 2º dia no Jalapão com a Korubo

Roteiro do 1ºdia no Jalapão com a Korubo

Conhecendo o Jalapão e algumas dicas para ler antes de ir

Jalapão: a terra do capim dourado

Jalapão: como é o Safari Camp da Korubo

 

 

Adventure Bloggers

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Últimos comentários
  1. Patricia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *