Roteiro do 2º dia no Jalapão com a Korubo

Adventure Bloggers prontos para a primeira aventura

Adventure Bloggers prontos para a primeira aventura

Nesse post vou contar detalhes do 2o dia no Jalapão. Depois do café da manhã tudo de bom (já falei no post sobre o Safari Camp que a comida lá era maravilhosa) fomos em direção ao Rio Novo, dentro do acampamento, para fazer canoagem. O Rio Novo é um dos poucos rios de água potável do Brasil, e o passeio consistia em percorrê-lo por aproximadamente 5 km em cerca de 2 horas.

euzinha ainda na praia do acampamento no Rio Novo

euzinha ainda na praia do acampamento no Rio Novo – Foto: Roberta Martins

Antes da aventura no Rio, o pessoal da Korubo  deu uma aula para aprender a usar o caiaque. Bacana também é que durante todo o percurso, vários guias iam espalhados com o grupo, auxiliando sempre que necessário.

eu e Maurício

eu e Maurício – Foto: Guilherme

 

 

 

 

E sim, foi necessário rs Várias pessoas caíram, seja nas corredeiras ou por desequilíbrio, ou até mesmo por brincadeiras, até porque é o tipo de rio que cair é tudo de bom: água transparente, na temperatura ideal para espantar o calor do Jalapão! Não caí por sorte rs, mas não que seja difícil, é bem tranquilo, garanto, mas é porque sou tão estabanada que era o que estava esperando que acontecesse.

descendo a última corredeira na canoagem pelo Rio Novo

descendo a última corredeira na canoagem pelo Rio Novo – Foto: Guilherme

 

 

Meu único arrependimento foi não ter passado repelente, os mosquitos se aproveitaram disso e fui super picada durante a canoagem. Mas nada que um antialérgico não tenha resolvido 🙂

 

 

Na volta, pausa para curtir uma praia de rio no próprio acampamento e em seguida o almoço que dispensa comentários! Bom, a essa altura, cansados e com a barruiguinha cheia, o redário ficou super disputado 🙂

caminho para as dunas, com a Serra do Espírito Santo e um céu incrível

caminho para as dunas, com a Serra do Espírito Santo e um céu incrível

 

 

 

Depois do do descanso foi hora de ver uma das maiores atrações do Jalapão: as famosas dunas alaranjadas . No caminho, o visual da Serra do Espírito Santo, outro cenário tão desejado de ser visto por mim e tão característico de lá, nos mostrava que a tarde prometia, e São Pedro colaborou com um céu azul lindo, contrastando com nuvens brancas e com o verde e o laranja da vegetação na estrada.

já perto das dunas, um oásis com a Serra do Espírito Santo ao fundo

já perto das dunas, um oásis com a Serra do Espírito Santo ao fundo

dunas alaranjadas do Jalapão

dunas alaranjadas do Jalapão

 

 

 

As dunas do Jalapão, de areia de quartzo, são formadas pela ação dos ventos que causam erosão na Serra do Espírito Santo e estão em constante movimento, chegando a 30m de altura em alguns lugares.

dunas com a Serra do Espírito Santo, que as formam, ao fundo

dunas com a Serra do Espírito Santo, que as formam, ao fundo

 

 

O Mauro (guia da Korubo) mostrou um lugar hoje coberto por areia e que há pouco tempo tinha uma árvore.
Uma placa na base das dunas solicita que a subida e a descida sejam feitas pelas laterais, e não pelo meio, pelo paredão.

 

 

Adventure bloggers nas dunas

Adventure bloggers nas dunas

Os deslizamentos da areia vêem causando assoreamento no riacho ao redor das dunas e que pela sua ligação com o Rio Novo, leva o problema para ele. A vontade é de que aquilo fique intocado, que minhas filhas possam ter a mesma sensação que eu tive, mas infelizmente, mesmo sendo longe, de difícil acesso,  algumas pessoas simplesmente não respeitam.

um pôr do sol inesquecível nas dunas Jalapão

um pôr do sol inesquecível nas dunas

O ponto alto é o pôr do sol visto dali, do alto das dunas, com uma das melhores vistas panorâmicas da região. O sol vai mudando o tom das dunas conforme vai se pondo, e  deixando a areia laranja ora dourada, ora avermelhada, num belíssimo espetáculo da natureza. E nessa hora, ali, longe da civilização, sem celular, sem internet, tendo apenas as dunas, o sol, os riachos que brotam do solo e refletem o céu com as nuvens brancas, me deu uma sensação gostosa, uma felicidade de que estar conectada apenas com a natureza.

porque um dia maravilhoso tem que terminar no mesmo nível :)

porque um dia maravilhoso tem que terminar no mesmo nível 🙂

Ainda ficamos um tempo contemplando aquele visual, apareceram as estrelas e fomos para o acampamento, onde mais um jantar delicioso nos esperava.

 

Leia também:

Roteiro do 5º dia no Jalapão com a Korubo

Roteiro do 4º dia no Jalapão com a Korubo

Roteiro do 3º dia no Jalapão com a Korubo

Roteiro do 1ºdia no Jalapão com a Korubo

Conhecendo o Jalapão e algumas dicas para ler antes de ir

Jalapão: a terra do capim dourado

Jalapão: como é o Safari Camp da Korubo

 

 

 

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Últimos comentários
  1. Inis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *