Blog

Por que eu não recomendo Noronha com crianças?

DSC07486

Praia do Sancho

Quem me conhece sabe o quanto eu sou apaixonada por Fernando de Noronha e por viajar com minhas filhas.. . Na  última vez que fui pra Noronha   cheguei a comprar passagens para as meninas em uma mega promoção. Depois do impulso da compra (aquelas coisas que acontecem quando você vê a volta por R$1 e está sozinha com o computador e o cartão de crédito), pensei melhor e decidi cancelar as passagens delas. E quer saber o por quê?

DSC08537

Museu dos Tubarões com certeza agrada às crianças

Antes de mais nada, dá uma lida no post sobre o que eu acho imperdível em Noronha para poder entender o post daqui por diante.

Bom.. a questão é custo x benefício, pronto baixou a Flávia administradora-economista rs Se você é uma das raras pessoas que não têm problema com orçamento, pode sair do post pois não é pra você.

Vamos lá… Sobre crianças em Noronha…. Tenho certeza que muitas mães já foram e acharam tudo de bom! É como sempre falo.. Noronha é perfeita até debaixo de chuva! E sim, a ilha tem vários lugares bacanas para ir com as crianças e vou citar alguns pra quem quiser realmente ir:  Praia do Porto, Praia da Atalaia; dependendo da época por causa das ondas as praias do Boldró, Sancho, Baía dos Porcos, Sueste, Cacimba do Padre, Cachorro; Projeto Tamar; Museu do Tubarão; o Forte; o Projeto Navi (uma embarcação com o fundo de vidro), o passeio de barco.. enfim.. as crianças com certeza aproveitarão. Engana-se também quem acha que Noronha não tem lugar bom para comer.. a ilha tem vários  restaurantes maravilhosos e muitos com todos os tipos de comida. Porém, depois de ir mais de uma vez pra Noronha, ficando bastante tempo, eu posso dizer que você indo com crianças estará deixando de aproveitar (você e elas) o MELHOR do arquipélago e o pior… gastando muito do mesmo jeito.

Vamos à listinha…

DSC02105

arraia vista em um mergulho, foto sem zoom

DSC05273

tartaruga vista no Sancho, de snorkel

1) Ir para Noronha e não mergulhar de cilindro é um pecado! A vida marinha é riquíssima, com uma visibilidade maravilhosa! Criança pode mergulhar, fazer o batismo, SE tiver mais de 10 anos pode, com a autorização dos pais (orientação dada pelas empresas da ilha). E aí eu coloco mais um ponto.. Na primeira vez que mergulhei na ilha,  fui cercada por 5 barracudas, supondo que aconteça isso com uma criança, mesmo que seja com 10 anos, qual seria a reação dela? E se ela se desesperar? Eu fiquei com medo, mas fiquei na minha, não me desesperei. O fato é que quando a gente diz que a vida marinha é rica, significa que você vai mergulhar e vai ver tubarão, barracudas, tartarugas enormes, arraias, cardumes imensos… e resta saber se a criança vai encarar tudo isso na boa ou se vai ter medo.

DSC02029

prancha do mergulho à reboque

DSCN1837

mergulho à reboque

2) O mergulho à reboque, ou planasub, aquasub e todos os nomes relacionados ao mergulho com snorkel segurando uma prancha e sendo puxado por uma lancha, é uma delícia e passa por naufrágios, dando pra ver tartarugas, arraias, sem cansar. Na primeira vez que fui na ilha fiz 3 vezes! Porém, não recomendo para crianças. A velocidade da lancha faz uma pressão grande na prancha e até para o adulto é preciso fazer uma força pra não se soltar, além de não ser tão simples para uma criança o mecanismo de afundar com a pranchinha e depois subir, fora a apnéia que precisa ser realizada. Ok, você pode deixar a criança na lancha, mas isso também é pago e alguém precisa ficar com ela.

DSC09185

cachoeirinha escondida no Sancho, dá pra ver no passeio de barco

3) Fernando de Noronha tem trilhas lindíssimas, nem sempre fáceis, e muitas vezes longas. A trilha Atalaia longa vai para a praia das Caieiras, passando por pedras, dura 3 horas e definitivamente não é pra crianças, mesmo as aventureiras. Até mesmo a trilhinha que leva à cachoeira escondida no Sancho não dá pra levar criança.. e também não dá pra perder esse banho 🙂

DSC08708

golfinhos vistos no passeio de barco

4) O famoso passeio de barco que vê os golfinhos, diria que passeio obrigatório pra qualquer pessoa que vá para Noronha, dá uma parada de 30 minutos na Praia do Sancho. Sendo que ele não para na beira da praia, o local que a embarcação fica é bem distante da areia, logo bem fundo, e para quem vai com criança pequena, esses 30 minutos são perdidos, pois é impossível curtir, nadando com snorkel, já que tem que ficar junto à criança, mesmo com bóia, para que não seja levada pela correnteza. Para ter noção de como fica distante da arrebentação, não dá tempo de ir no raso e voltar, isso sem criança. De novo, pode até deixar a criança no barco, mas tem que ver se alguém fica com ela.

DSC08867

pra ter noção da distância que se fica no mergulho no Sancho durante o passeio de barco

Enfim, você vai pagar uma das passagens internas mais caras do Brasil, um lugar onde uma pousada simples (mas em condições de receber crianças) não vai sair por menos de R$300 por dia, onde comer, beber, tudo é caro e não vai aproveitar a ilha como merece. Outro dia estava fazendo as contas.. e sem esbanjar, sem comprinhas, um turista gasta em média R$ 2500 em 5 dias em Noronha. Ah, valor sem pousada, passagem e sem ser na alta temporada.

Junte isso a duas coisinhas que também me preocupam quando penso em levar as meninas:

– São apenas 2 vôos diários em um aeroporto com pista pequena e que só funciona de dia. Se chover a Gol não pousa lá, logo o vôo é cancelado. Isso aconteceu comigo na última vez que fui.

DSCN1756

euzinha no hospital fazendo o curativo

– Existe apenas um hospital em Noronha, o São Lucas. Pra ter noção, ninguém nasce em Noronha. Não se faz parto, transfusão de sangue, enfim, ficar doente lá significa voltar ao continente, lembrando que isso só é possível uma vez ao dia por companhia aérea (basta dar um google que se vê vários depoimentos sobre o problema hospitalar em Noronha)

Lógico que é o tipo de situação que ninguém quer passar, mas temos que pensar em tudo quando viajamos com as crianças. Eu mesma, na primeira vez que fui na ilha, abri o  meu dedo do pé nos corais na Praia do Atalaia, mergulhando em meio metro de profundidade. Fui obrigada a conhecer o Hospital São Lucas para fazer o curativo, e apesar de tudo limpinho, realmente me pareceu mais um ambulatório, posto de saúde, do que um hospital.

Enfim.. eu amo Noronha, amo viajar com minhas filhas.. mas por enquanto não acho que dá pra unir os dois.

 

 

 

 

 

 

 

 

Administradora, mãe das gêmeas Camila e Letícia, carioca, apaixonada por viajar. Gosto de todas as fases, desde o planejamento até a revelação das fotos. Curto enoturismo, ecoturismo, viagem de luxo, romântica, e principalmente viajar com as filhotas.

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.

Comments

  • fevereiro 6, 2020

    Olá! Cheguei a esse blog pesquisando sobre limitações para crianças em Noronha. Após ler seu post, particularmente entendi que os pais podem sim fazer o principal rs
    Não dá para fazer a trilha longa do Atalaia, mais dá para fazer a curta, acessando assim a piscininha natural mais famosa.
    Dependendo do estilo da família, dá para descer para o Sancho. Caso não seja, ao menos a pessoa apreciará a famosa imagem do mirante.
    Mergulho de cilindro e planasub são possíveis qnd vc tem pai e mãe (outro familiar) para revezar, q é o meu caso e o da maioria das pessoas. E quem não tem ninguém para revezar? Olha, se a pessoa está viajando sozinha com uma criança pequena, convenhamos que ela tem grandes chances de se ver enrolada em qualquer viagem.
    Qualquer viagem com crianças tem limitações. Nós somos um casal bem ativo, então as viagens de hoje são bem diferentes de antigamente, mas nem por isso a vida vai parar, nem vou passar minhas férias só em Resort e Hotel Fazenda. Fazemos o que é possível. Se eu descartar as viagens nas quais eu não poderei aproveitar tudo, simplesmente descartarei todas rsrsrs Em todas deixo de fazer algo.
    Isso de Noronha ser caríssimo é uma coisa que super pesava há alguns anos, pq valia mais ir ao Caribe, por ex. Mas hoje, com real desvalorizado e passagens de 3 mil pros destinos q ainda não conheci, Noronha passou a ser considerada. Passar anos apenas com viagens bem baratas, esperando q a criança possa aproveitar tudo, não é razoável.
    Meu receio em Noronha eram proibições a crianças pequenas, como ocorre no passeio às piscinas de Maracajaú, as empresas não levam menores de 6 anos no barco! Parece que não é o caso em Noronha. Agora o único grande problema mesmo é não ter atendimento médico adequado. Vou pesquisar mais sobre a estrutura do hospital de lá

    reply
  • helena
    julho 12, 2018

    Amei a matéria. Penso exatamente assim. Muito obrigada.

    reply
  • Theísa
    julho 10, 2018

    As pessoas tem sérios problemas de interpretação de texto, senhor…..até a maternidade da Flávia foi questionada. Olha, tem que ter muita paciência….
    Ela não disse que não dar pra levar, ela disse que com crianças menores de 10 anos não se aproveita tudo que a ilha tem pra oferecer. Quem não mergulha, não sabe nadar, não quer fazer trilha, também não aproveita tudo, mas tudo bem, ninguém é obrigado a fazer!!! Ela só ponderou que é uma viagem cara pra não usufruir o bastante. É o destino mais caro do Brasil, dependendo da época que vc compra passagem sai o preço de uma passagem internacional.
    Tenho uma menina de 7 anos e gêmeos de 4, vou comemorar 10 anos de casados em Noronha só eu e meu marido, será minha primeira viagem sem eles, e tenho certeza que não ficarão traumatizados…rsrsrs. O meu amor por eles e o vínculo trabalhado durante todos os meus anos de maternagem são suficientes. Além disso ficarão com pessoas que eles amam muito.
    Flávia, ótima matéria e parabéns pela paciência.

    reply
  • KARLA CAMPOS
    janeiro 25, 2018

    Muito boa a matéria. Lendo os comentários parece que as pessoas entenderam que seria para deixar os filhos. Eu já entendi que não seria uma boa escolha para ir com o meu bebê, por exemplo. Estou procurando um destino nas férias com o baby e cortei noronha da minha lista. Minha preocupação maior seria a infraestrutura precária.

    reply
  • Quezia
    abril 10, 2017

    Oi gostei da sua postagem, qual lugar vc indica pra ir com crianças de 1 aninho? Quero muito viajar mais tudo q vejo parece impossível me dá algumas dicas

    reply
  • natalia
    março 27, 2017

    Fui noronha com meu filho de 2 anos e meu marido .A ilha é maravilhosa, em termos de beleza natural.
    É claro que não consegui aproveitar todas as trilhas e nem fazer os mergulhos ( mas eu não faria do mesmo jeito se não tivesse meu filho).
    Aprendi da pior maneira que não se deve separar uma criança pequena de seus pais. Meu marido precisou viajar para a Europa e não pudemos ir junto. O pequeno ficou 2 semanas só chorando com saudades do pai. Dwpois eu precisei viajar a trabalho e também ficou só chorando de saudades. Cada vez que ele via uma criança sozinha dizia : sem papai sem mamãe juramos que nunca mais faríamos isso de novo. Crianças não tem maturidade suficiente para entender a separação, podendo gerar traumas para a vida inteira. Se vai dar muito trabalho viajar com crianças? É claro que dá! Mas eles dão trabalho em qualquer lugar .

    reply
      • J. Teves
        dezembro 4, 2018

        Excelente ponderação de custo e benefício…análise de estrutura hospitalar…creio ser desnecessário tréplica para quem não entendeu o espirito do argumento. Não se preocupe em reafirmar a sua opinião com os ” ah!, mas as crianças mudam a rotina ….”, “mesmo sem filhos não faria…”. Ficará menos cansativo para você e leitores que querem objetividade, análise de custo e benefício. Pessoas precisam analisar que em qualquer lugar se pode levar crianças e realizar qualquer atividades, mas não perceber o texto é destinado para quem quer aproveitar ações que exigem força, ausência de medo, disposição de caminhar…é querer chamar a atenção ou ser infantil. Não se detenha em contra argumentar, Flávia, pois isto é o que leva várias pessoas a abandonarem seus blogs interessantes.

        reply
    • andreia barreto
      outubro 19, 2018

      com cordo plenamente, não viajo sem minha filha de jeito nenhum e independente do lugar que seja nos nus divertimos muitooo.

      reply
    • Tatiane
      outubro 6, 2019

      Oi Natália. Obrigada pelo post. Em fevereiro, iremos a Noronha. Eu, esposo e filha q já vai estar com 6 anos… Ficaremos em uma boa pousada, com piscina e espaço pra ela brincar… mais próximo a praia…
      Eu já fiz alguns mergulhos… claro q lá seria muito especial… Mas, aproveitaremos o q for possível com ela…

      reply
  • Terentia
    janeiro 12, 2017

    Gostei de saber sua opinião e experiência! Li , refleti e não me convenceu. Tenho vários amigos que já foram levando bebês de meses. Isso é uma decisão que depende muito do perfil de cada mãe. Se a gente for se deixar levar pelos “se” da vida , não fazemos nada. Em qualquer lugar do mundo , passeios com crianças altera toda a programação. Noronha não seria diferente. Eu não teria coragem de ir a noronha e deixar meu filho de 2 anos , que ama bichos, em casa!! Quando ele crescer, iremos de novo e certamente conheceremos outra noronha, dos mergulhos e das trilhas longas!

    reply
  • Victoria Mollmann
    setembro 17, 2016

    Bom, eu fui para Noronha esse ano. Tenho doze anos e não posso concordar com o post. Todas as hipóteses são “se” e é difícil algo tão ruim acontecer. Fiz a trilha do Atalaia, mergulho, passeio de barco e peguei a época em que ainda tinham ondas grandes. Acho que só é necessário o bom-senso dos pais para nos ensinar o que devemos fazer com alguma situação de risco. A filha dos amigos dos meus pais, que foram conosco, tinha 9 anos e fez tudo o que fizemos. O mergulho de cilindro foi incrível. Não posso dizer que não me assustei com o tubarão que vi, mas foi algo inesquecível. De snorkel, foi só passar a arrebentação, com cuidado, e vi arraias, tartarugas, moreias… No passeio de barco, só precisa um adulto por perto, porque aposto que todos amam fazer a apneia no Sancho. Sobre as trilhas, pegamos dias com muita lama mas ainda assim não eram difíceis. Enfim, espero que tenha ajudado com esse comentário. Foi a melhor viagem que já fiz. Esta lado a lado com o Havaí… Amo Noronha!

    reply
  • Walkiria Herminia
    maio 11, 2016

    Já estive em Noronha e concordo plenamente contigo. Só o fato de não ter um hospital adequado já é o suficiente para evitar levar crianças.
    Se seu filho adoecer ou se machucar em dia de chuva, vai ter que esperar e torcer para que também não chova no dia seguinte e aí vcs embarcam para Natal ou Recife.
    Crianças que não comem de tudo, muito pequenas ou que já tem restrições médicas provavelmente vão passar apuros.
    Passeios de natureza também não são pra todos, um momento de lazer pode se transformar em pânico e trauma.
    Enfim os pais devem avaliar seus filhos antes de incluí-los nesse tipo de trip.

    reply
  • Daniela Ligabue
    abril 13, 2016

    Super concordo! Viajo bastante include com meus filhos! Fui a Noronha com o meu de 5 anos, e embora não tenha ocorrido nada de sério, além de um rotavírus logo na chegada, que foi fazer uma visita ao hospital. Concordo que muitos dos atrativos não são voltados para crianças. Fiquei no barco no mergulho, e não tive coragem de descer com ele pela escada precária da Praia do Sancho. Hoje tenho outro filho de 2 anos, e só pretendo voltar a Noronha depois deles terem a idade ideal, que na minha opinião deve ser por voltas dos 12! Tem muito incrível para eles curtirem antes! Bj

    reply
  • MARISE
    fevereiro 27, 2016

    Concordo em algumas partes..Acho que não é legal uma criança de colo e tb uma criança que tenha medo de agua..Sempre sonhei em conhecer Noronha e me preparei pra isso..Coloquei meu filho em aulas de natação com 3 anos de idade e sempre levei ele em viagens deis dos 6 meses…Logico que td é em outro ritimo..Em noronha tive que locar um bugy e com isso consegue fazer td que gostaria..Fiz eu e meu esposo mergulho de batismo ele ficou com o pessoal na embarcação ..fizemos o passeio de barco descemos tds os 30 minutos pra mergulhar no sanchos e meu filho amou tanto que voltamos mais 3 vezes no sanchos pelas escadaria bem devagar..fizemos a trilha atalaia curta e foi tranquilo tb.Meu filho teve dificuldade com snork então ja pensando nisso levei o oculos dele da natação e deu super certo kkk eu e meu esposo avistava a tartagura subiamos e falava olha aqui filho kkk, pensa em uma felicidade ele ,maravilhoso.Ele fez tb o planasub com a corda mais curta do lado do pai dele e por 10 minutos..Fizemos tb snork no sueste com reboque dos guias e foi inesquecivel…Resolvi colocar aqui minha experiencia pra que outras pessoas vejam que é possivel sim mas td com mais cautela..

    reply
    • Emanuela
      julho 2, 2016

      Tive a mesma experiência sya, meus filhos curtiram demais cada trilha e vida marinha q encontraram no caminho. 2 anos e 4 anos. Só n deu p fazer a trilha longa atalaia e outras tantas trilhas, ficamos só 6 dias. Mas, tenho certeza, se eu for si com meu esposo, meu no meio ficará com ódio, ele amou demais…
      Sim, é andamos de Buggy, quando n era possível, tipo p ir à Sancho, pegamos táxi.

      reply
  • Ana Cássia Braga de Oliveira
    janeiro 2, 2016

    Adorei seu texto e vou acompanhar mais seus posts! Tenho uma turma de amigos que quer marcar uma viagem em grupo, estamos decidindo pra onde ir, espero encontrar por aqui mais dicas para nos nortear!

    reply
  • dezembro 18, 2015

    Acabei de voltar de lá com meus filhos de 8 e 11 anos…
    Foi MARAVILHOSO!!!
    Ainda não fiz um post sobre eles em Noronha, mas vou fazer
    Adriana

    reply
  • Kennedy Carvalho
    novembro 28, 2015

    Descordo e espero te provar que está errada 😀

    reply
    • Izzi
      maio 12, 2016

      O que é ”descordo”?

      reply
  • Vanessa
    novembro 5, 2015

    Amei seu post!! Agradeço pela sua opinião…. Continue passando suas experiências, é muito válida. Cada um tem uma opinião, e pra mim foi relevante. Tenho um BB de um ano e saber o que determinados lugares exigem com crianças me fazem pensar bem e avaliar se realmente valem a pena. Abraços

    reply
  • Vera Clapis
    julho 4, 2015

    Flavia, adoro seus comentários. Acho que td que vc escreve é baseado na sua opinião pessoal e principalmente por ter vivido cada situação. Amo viajar tb e as vezes viajo através dos seus comentários. Parabéns. Continue fazendo td isso , pois é muito bom pra quem sabe entender o que realmente vc escreve. Bjs

    reply
  • flavio
    fevereiro 16, 2015

    a pessoa foi sincera em tudo que falou. achei interessante o ponto de vista dela. deu a imressao que nao gosta muito de criancas e que nao tem muito dom a maternidade rseses. partilho a mesma opiniao mas se tem filhos e quer passear curta os. por isso nao os tive rsrs.

    reply
      • Patricia Ferreira Vieira
        abril 1, 2015

        Olá Flávia !
        Então, acabei de ler seu comentário sobre ir a Noronha com crianças e gostaria de uma ajuda. Tenho um casal de filhos (menina de 15 e o menino de 12) e a menina me pediu uma viagem a Noronha. Você poderia me orientar? Por favor.
        Obrigada

        reply
      • Giovani
        janeiro 11, 2018

        Flávia, obrigado pelo post!!! E parabéns por sua paciência. Tem vários comentários aqui que nem deveriam ser respondidos. Você já deixou claro que é sua opinião, mas as pessoas insistem em criticar, falar coisas que não tem nada a ver. Pude perceber o quanto você se preocupa e ama os seus filhos e não o contrário.

        reply
    • jussara
      julho 4, 2015

      Acho que você não interpretou direito o texto. Em momento algum dá pra tirar essa conclusão, que além de absurda, é bastante agressiva.

      reply
  • Talita
    janeiro 8, 2015

    Olá Flávia, adorei seu post. Já estou querendo planejar as férias desse ano e noronha era uma opção, mas como você, também tenho gêmeas. Minhas filhas fizeram um ano em dezembro e estava me perguntando se noronha seria um bom destino para ir com criança pequena, se valeria a pena o gasto, porque havia pesquisado antes e vi que lá tem muitos passeios a serem feitos, e EU, PARTICULARMENTE não acho viável gastar essa grana toda para não aproveitar, como você disse, eles limitam SIM as coisas que podemos fazer, principalmente quando viajamos sem ajuda. No meu caso vou com meu esposo, mas ele também gostaria de fazer os passeios, enfim, obrigada pelo post!

    reply
  • janeiro 8, 2015

    Desculpe mas discordo, levei minha filhinha bebêzinha ainda e curti muito.
    Com 1 ano ela foi pra Noronha, 2 anos Chapada e por aí vai.
    Sempre nos acompanhando nas nossas aventuras.

    reply
    • Patrícia
      janeiro 8, 2015

      Adorei a sua matéria ! Apesar de só ter lido ela agora!
      Este é um lugar que realmente quero conhecer, mas com certeza vou pensar bem antes de ir, pois com todos estes desafios que para mim são muitos, pois não sei nadar , tenho medo de águas profundas e só vou aonde dá pé ou fico na embarcação não sei se tenho um espirito tão aventureiro assim kkkkk ! Mas valeu muito saber de tudo isso, pois muitas vezes queremos conhecer um lugar e não temos a mínima idéia de como funciona e assim fica muito mais fácil de decidir e escolher a próxima viagem.
      Abraços Patrícia.

      reply
  • Caroline
    janeiro 8, 2015

    Amo ler suas postagens, amo viajar também, mas as condições não me deixam esbanjar, então o negócio é pesquisar! Fui pra Noronha com o marido em lua de mel, adoramos, mas não recomendo pra lua de mel, porque como vc disse anda mto e a noite eu pelo menos estava esgotada e cansada kkkkkk quanto a não levar criança, vale também pra idosos, minha sogra queria conhecer Noronha, mas agora desistiu depois que contamos nossas aventuras kkkkk e minha mãe ficou morrendo de vontade de ir logo, enquanto ainda tem pique hahahah

    reply
  • Ayrton
    janeiro 8, 2015

    Olá, achei bem interessante as informações mas não concordo com seu ponto de vista. Toda viagem está sujeita ao desconforto ou desventuras que por vezes acabam estragando o momemto , mas não é regra. No seu texto há muita informação pertinentes sobre a ilha e que serve pra orientar e de repente até ajudar quem vai levar os filhos, ou sobrinhos….. Mas por momentos parece um relato myuti oarricular . Veja nos cometários, tem a familia que foi e se divertiu e ninguém deixou de fazer o que queria.
    Acho que o erro foi só o direcionamento só texto pois ele é bem rico em informações.
    Abraço a todos.

    reply
  • Jhuan lucca
    outubro 3, 2014

    Concordo com você. Noronha é Caro, bem caro. Não é acessivel, quem quiser ir deve estar disposto a curtir os passeios que não saem por menos de R$100,00 cada. Com criança só deve ir quem ja conhece a ilha, para uma primeira vez, melhor não.
    Falando em estádia, quem acha estadia barata é porque a pousada é simples, porque no Zé maria e triboju nao saem por menos de 600 a diaria.

    reply
  • outubro 3, 2014

    Nossa gastar R$ 2500 em Noronha em 5 dias? Eu gastei de passagem + hospedagem + taxa da ilha R$ 1800 (ficando na vila dos remédios, que pra mim é o melhor lugar da ilha)
    Por lá gastei mais R$ 700,00 em 7 dias na ilha com comida (comendo bem todo dia), balada todo dia e trilhas. O Mergulho não incluo nessa conta.
    Noronha dá sim para ser feito de forma econômica basta pesquisar, saber onde se hospedar e onde comer.

    reply
  • Carla
    agosto 22, 2014

    Ótima matéria, Flávia! Já morei em Noronha e tenho plena ciência dos dificuldades da ilha, já vi turistas adiantar o retorno porque o filho, ainda bebê, estava todo picado de “maruim” ou com crianças com o braço imobilizado porque caiu na trilha e precisa de tratamento apropriado…

    reply
  • Priscila
    agosto 19, 2014

    Sou doida pra conhecer, não tenho filhos, mas o post serviu um pouco pra mim também!
    Não faria nada disso que você disse! Tenho medo de águas profundas e consequentemente, qualquer atividade na água em que eu esteja fora de uma embarcação.
    Aliás, só desço do barco se der pé!
    Posts como esses são bons para pessoas medrosas como eu!
    Mas nem por isso deixo de conhecer os lugares! Pego barco, vou pra recifes de corais, vou pra baco de areia, qualquer coisa que eu possa descer dando pé, pois não sei nadar!
    E trilhas muito complicadas, que tenha muita pedra pra subir também não gosto, tenho medo de escorregar, cair, me machucar toda.
    Mas com certeza ainda quero conhecer Noronha, ver seu visual e fazer todos os programas de criança que você citou!! 🙂

    Qual a melhor época do ano pra ir?
    Janeiro ou julho?
    Como professora, não tenho outra opção para viajar! Acho que os filhos não me atrapalharão nem nesse sentido de férias nem no sentido do perigo!!

    reply
    • Mercia Marinho
      agosto 21, 2014

      Fui a Fernando de Noronha com meu marido e filha de 6 anos.
      Foi maravilhoso!
      Fiz todos esses passeios inclusive o mergulho com cilindro.
      Como meu marido não é chegado a essas aventuras ele ficava em terra na companhia da filha.
      Ela não atrapalhou em nada minhas aventuras.
      Mercia

      reply
  • Sarah Galvão
    abril 28, 2014

    Parabéns!!! Matou a minha curiosidade em relação a levar os filhos, estou louca para conhecer Noronha e o meu filho tb, mais acho ele novinho para essa aventura, 5 anos, e agora com essas observações vale a pena rever essa viagem!rs

    reply
  • Sonia
    dezembro 18, 2013

    Gosto muito de viajar e, apesar de não ter filhos pequenos, achei seu post muito bom. Alertar sobre o que vamos encontrar nos destinos escolhidos faz com que nossas viagens fiquem melhores. Parabéns!

    reply

Post a Comment