Réveillon na Disney: como é a virada do ano no Magic Kingdom

último pôr do sol de 2016 no Magic Kingdom

Eu brinco que sou dessas que não aceitam a opinião dos outros como verdade absoluta, preciso ver pra crer. E, mesmo já tendo escutado falar que o réveillon no Magic Kingdom, o parque mais mágico do Walt Disney World, era uma das maiores furadas, eu resolvi passar a virada do ano lá.

Eu já tinha passado o réveillon anterior no Epcot, e tinha achado tudo maravilhoso, mesmo tendo ouvido falar que era cheio e etc. E como meninas ainda curtem o Magic Kingdom (e sei que isso está diminuindo conforme elas crescem), resolvi aproveitar o passe anual que temos e encarei o perrengue de coração aberto rs

Antes de relatar o nosso dia, vou explicar como funciona o fechamento do Magic Kingdom nos dias em que ele lota. O fechamento é feito em 4 fases e já no estacionamento as pessoas são avisadas do procedimento:

1a fase: O parque é fechado a quem não tem ingresso comprado, que tinha a intenção de comprar na entrada do parque e também fecha para funcionários que não estejam trabalhando.

2a fase: A entrada no parque só é permitida para quem está hospedado em algum hotel dentro do Walt Disney World; para os que possuem o ingresso Park Hopper e que estão vindo de outros parques; para quem tem o Passe Anual; para quem tem alguma reserva em alguns dos restaurantes do parque; e, para quem comprou o ingresso para dia específico.

3a fase:  Nessa fase só entra quem tem reserva em algum restaurante do parque; quem está hospedado em algum hotel do WDW; e quem tem o Passe Anual.

4a fase: O parque lotou e fecha pra qualquer pessoa.

Pra começar eu lembrei do ano passado, pois vi ao ir para o Epcot que o Magic Kingdom tinha fechado às 10h da manhã, por estar lotado, isto é, a fase 4.  Por isso me programei de sair de casa bem cedo. Antes disso, há 3 semanas, eu fiz 3 Fastpass+ (Space Mountain, Peter Pan, Big Thunder Mountain Railroad) para que não ficássemos entediadas ao longo do dia. Também preparei a mochila com 4 garrafas de água, biscoitos, frutas e bolinhos.

Acabei saindo de casa mais tarde do que queria: 9:05h. Como moro SUPER perto, cheguei no estacionamento às 9:15h. As filas para o tram estavam enormes, e como estava relativamente perto, fui caminhando. Como estava muito cheio, eles liberaram os ônibus para que fizessem o trajeto do Ticket and Transportation  Center para a entrada do parque, além dos tradicionais Monorail e boat. Fomos de ônibus e não chegamos a esperar 5 minutos.

Com todo o processo de checagem de bolsas/mochilas e ainda detectores de metais, só entramos no parque às 10:05h. Mas é o tipo de coisa que eu relaxo, pois é a minha segurança que está em jogo. Confesso que ao ver que TODOS foram revistados, fiquei bem mais tranquila.

o dia estava lindo!

Ao entrar o parque já estava consideravelmente cheio. Soube depois que fechou por completo às 10:30h. Mas ainda conseguimos fazer algumas coisinhas bobas como a Swiss Family Tree House e Walt Disney’s Enchanted Tiki Room  . Sim, comecei o parque pela Adventureland e foi a decisão mais acertada! Como o dia começou bem frio (quando acordei estava 5 graus C, ao chegar lá estava 14 graus C), eu imaginei que aquele lado com praticamente todas as atrações ao ar livre, estaria mais vazio. E estava.

Falei para as meninas que íamos almoçar cedo, justamente para evitar as filas imensas. E às 11:30h eu parei em um quiosque pequeno (Golden Oak Outpost) , que servia basicamente nuggets com fritas, mas que estava completamente vazio e tinha lugar pra sentar. Dali fomos fazer fotos, curtir o parque! E isso só foi possível porque eu tinha os Fastpass+ , pois as filas estavam surreais: 180 minutos para a Seven Dwarfs Mine Train, 200 minutos para a Space Mountain (que nós fomos com Fastpass+ , portanto, furando fila),  e cada atração tinha uma média de 60 minutos de fila. Como moramos aqui e estamos sempre nos parques, eu me dei ao luxo de não encarar fila, ao menos das atrações. Uma fila que ninguém escapou foi a dos banheiros femininos. Em todos os banheiros, até os que eu considero escondidos, tinha uma fila enorme para as mulheres.

Essa carruagem era para tirar foto com ela, como lembrança da virada do ano

Como era de se esperar, conforme ia ficando mais tarde, as filas para comer qualquer coisa, desde sorvete, pipoca, comida e lanches, iam ficando impraticáveis. Aliás, o parque foi ficando impraticável. Cheguei a desistir de um trajeto na Fantasyland, por trás do castelo, pois fiquei com claustrofobia.

Uma das coisas boas do dia é que rolou 2 vezes (às 12h e às 15:30h) a parada especial de Natal, Mickey’s Once Upon a Christmas Parade, que é exclusiva da Festa de Natal do parque.  E digo mais.. foi bem melhor do que na festa (que por sinal é paga à parte e bem carinha), pois a parada foi durante o dia e dá pra ver bem melhor os detalhes.

Papai Noel na parada especial de Natal

Além da parada, também tiveram 3 apresentações do show especial de Natal, o Mickey’s Most Merriest Celebration. Esse show, que fazia parte da festa de Natal, começou a ser apresentado para todos os visitantes desde o dia 23/12 e é um show com Mickey, sua turma, e músicas natalinas. Outro show de Natal que teve lá foi A Totally Tomorrowland Christmas.

Quando deu 17:30h eu pensei em fazer mais coisas, mas ao chegar na frente do Castelo, eu vi uma imensidão de gente já sentada esperando os fogos, enfim, esperando 2017. E não era só sentada.. povo deitou no chão, dormiu, comeu.. diria que acamparam. Lembrei de Copacabana, só faltou a areia e o mar rs  Como dei o almoço cedo, fui procurar na Tomorrowland um lugar pra comer e que tivesse lugar pra sentar. Foi difícil mas achei no Tomorrowland Terrace Restaurant, embora meninas tenham detestado a comida, um franguinho empanado.  Camila pediu inclusive que eu escrevesse isso aqui rs

17:30h e todo mundo acampado em frente ao castelo

Como eu sou APAIXONADA pelo cachorro quente com chilli do Casey’s Corner, que fica na Main Street, eu resolvi comer por lá. Mas me aborreci horrores: o lugar destinado para as pessoas comerem estava lotado, só que de gente que já tinha comido e só estava descansando e querendo ficar ali a noite toda, pois tem uma vista boa para o castelo. Acabei comendo em pé! Cheguei a reclamar com um funcionário, mas ele disse que não poderia fazer nada.

Depois disso nós fomos procurar um lugar pra nos instalarmos e sim, passar horas sentadas pra esperar 2017. Antes de encontrar o lugar, a região da Main Street estava tão lotada que a família que estava na minha frente perdeu uma das crianças. Um desespero pra eles e pra quem estava perto. Vou confessar, a tensão em todos era absurda. Muita gente e pouco espaço pra andar, pra fazer qualquer coisa.

Acabei dando sorte e sentando perto de um grupo de brasileiros, super simpáticos, e ainda com boa vista para o castelo. Eles me deram suporte pois lógico que meninas iriam querer ir ao banheiro e eles guardaram nosso lugar. Nesse tempo vimos o show de Natal, o novo Once Upon a Time (que substituiu o Celebrate the Magic) e às 19:30h vimos o Holiday Wishes – New Year’s Celebration. Confesso que eu gosto mais do Wishes do que qualquer variação que fazem dele, isso porque eles tiram o melhor, que é a música. Mas esse show de fogos eu gostei, pois teve uma contagem regressiva, como se fosse meia-noite, onde os números dos segundos apareciam nos fogos.  Acho que era o que eu precisava pra desestressar.. um pouco de magia! Percebi que depois desses fogos algumas família (poucas, mas teve) foram embora, principalmente para quem estava com bebês. Mas mesmo assim o parque estava muito cheio.

Fantasy in the sky Fireworks

Depois disso virou festa, com DJ  e luzes de boate! Pena que o DJ era ruim. Não tinha uma sequência coerente de músicas, então não conseguia empolgar as pessoas por 2 músicas seguidas. Às 11:50h começou o show de fogos Fantasy in the Sky Fireworks , um show de fogos em 360graus que tem no meio dele a contagem regressiva (a mesma que já tinha acontecido às 19:30). O show de fogos é realmente bacana, e mágico porque o Mickey e Minnie falam durante o show, tem a Sininho descendo, enfim… o ponto alto da noite. (não reparem no vídeo, foi feito com o celular)

A festa foi até à 01:00h da manhã, com o DJ. Mas nós só encaramos a fila do banheiro pela última vez e fomos embora. O problema é que esse “fomos embora” não foi tão simples assim. Só na fila para o monorail nós ficamos mais de 1 hora. Como o carro estava perto, nem peguei o tram.. fomos a pé mesmo, não aguentava mais filas. Resultado.. entrei no carro às 1:50h, e cheguei em casa às 2h (mas isso porque eu venho por dentro do Magic Kingdom, não passo nem na toll plaza, e por isso não peguei trânsito).

Sim, foram mais de 16h fora de casa, e com direito a filas imensas, parque lotado, perrengue mesmo. Mas, assim como Copacabana, eu acho que pra quem tem esse sonho, vale a pena, ao menos uma vez na vida. Embora o parque faça a MESMA festa no dia 30/12, com os mesmos shows de fogos, inclusive fingindo que é réveillon.

 

Dicas:

  • Leve lanches, guloseimas, água, enfim, tudo para evitar ao máximo entrar nas filas para comer;
  • É inverno em Orlando, e a temperatura pode variar muito, ficando calor durante o dia e bem frio à noite, leve agasalhos, filtro solar, boné;
  • Fazer Fastpass+ é imprescindível, pois é a única maneira de tentar se divertir um pouco sem passar horas na fila;
  • Não deixe para conhecer o parque no dia 31/12. Vá com a consciência de que não irá curtir as atrações, ao menos todas;
  • Chegue cedo, pois o risco de ficar de fora do parque é grande.

 

Conclusão

Se não gosta de lugar cheio, eu não recomendo passar o réveillon no Magic Kingdom. Assim como não recomendo que vá ao parque nesse dia com a intenção de conhecer/ir nas atrações, as filas são enormes. Se a ideia é só ver os fogos especiais, a ida no dia 30/12 pode ser uma boa opção, pois o parque fica menos cheio do que no dia 31, e a programação é exatamente a mesma. Com todos os poréns, não posso negar que a programação é legal, principalmente porque nela tem vários shows que só são vistos na festa de Natal do parque, que é paga a parte, dura pouco e ainda é cara. Se a ideia é ter uma noite de réveillon super animada, eu não acho que o Magic Kingdom seja o parque ideal pra isso, inclusive eu vou fazer um post específico sobre isso depois, pois o Epcot tem uma festa bem mais divertida.

 

Já tem onde se hospedar em Orlando? Reserve pelo nosso link de afiliado no Booking

Hotéis em Orlando 

Não fique desconectado em sua viagem para os Estados Unidos,  compre aqui um chip pré pago com internet ilimitada

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Últimos comentários
  1. Barbara
  2. Daniela
  3. Letícia
  4. Luiz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *