Ano novo no Epcot – Walt Disney World

Revéillon no Epcot

Revéillon no Epcot

Conforme eu já havia adiantado aqui no blog, nós passamos o revéillon na Disney pela primeira vez, mais precisamente no Epcot. Escolhi o Epcot para passar a virada do ano por alguns motivos: 1) não enche tanto como o Magic Kingdom 2) Minha mãe iria junto, e já iríamos no Magic Kingdom em outro dia 3) eu sabia que iria ter contagem regressiva, fogos, música, tudo que uma noite de revéillon merece ter, e ainda tendo o toque da magia Disney. E confesso que não me arrependi, nós adoramos! E vou contar tudinho com detalhes…

A chegada no Epcot no dia 31/12

Pode parecer estranho o tópico, mas o fato é que a cidade realmente lota, como sempre li. Os parques também, a ponto de fecharem por lotação esgotada. E isso aconteceu no Magic Kingdom por volta de 11:30h da manhã. Sei porque estava a caminho do Epcot e várias placas já avisavam do fechamento do MK e o trânsito dentro do Walt Disney World também demonstrava que os outros parques estariam bem cheios.

Embora estivesse cheio, não estacionei no fim do mundo.. ainda tinha muita vaga e o parque ainda estava longe de lotar (não sei dizer se isso aconteceu mais tarde). Claro que tinha filas grandes para tudo, desde passar a mochila para checarem (eles checam sempre) até fila para passar o ingresso. Mas mesmo não abrindo o parque, isto é, não chegando às 9h da manhã, foi tudo bem tranquilo.

Filas das atrações e restaurantes

por volta do meio dia, o parque não estava cheio

por volta do meio dia, o parque não estava cheio

Bom, o parque estava cheio, e claro, se tinha fila pra entrar, tinha fila grande para todas as atrações. Inclusive foi a primeira vez que vi fila grande (de mais de 30 minutos) em atrações do World Showcase, isto é, nas atrações dos países. Aconteceu no México, na França e Canadá.

Algumas atrações só puderam ser visitadas por quem agendou o Fastpass + com antecedência, como Test Track, Soarin, Mission Space. Filas sempre maiores de 60 minutos, chegando inclusive a 120 minutos de fila no Test Track. Eu confesso que fui super desencanada de ir nessas atrações, não consegui agendar o Fastpass+ mas não porque não deu, e sim porque não quis mesmo. Minha mãe não toparia ir em nada disso mesmo…  Até a Spaceship Earth estava com filas enormes. Como não fui com intenção de brincar, não fiquei estressada, mas acredito que muita gente tenha passado horas e horas em filas naquele dia.

Já os restaurantes estavam com filas mas nada de anormal… demorei 15 minutos para sentar na Via Napoli Ristorante e Pizzeria .  Acho que o Epcot tem essa facilidade.. tem muita opção de onde comer, de onde comprar aperitivos, lanches, bebidas, e por isso todas as filas eram aceitáveis, diria que até tranquilas.

Atrações do revéillon do Epcot

Se alguém me pedisse pra resumir o revéillon do Epcot em uma palavra, eu diria “divertidíssimo” . Isso porque tinha Djs espalhados por todo o parque, cada um seguindo um tema/estilo musical ou mesmo de acordo com o pavilhão que estava localizado. Eu passei mal de rir com a festa que  estava rolando no Japão: era um DJ “silencioso”, onde cada um que entrava ganhava fones de ouvido e dançava assim na pista.  Quem estava de fora só via as pessoas dançando sem música, ou então pior.. cantando.. rs  No Reino Unido o DJ tocava um estilo mais Indie… no America Gardens Theatre (no pavilhão dos EUA) rolou um DJ e depois música latina ao vivo. No Future World tinha um super palco com um DJ tocando músicas atuais, daquelas que tocam no rádio, e foi ali que paramos. Sei que até a minha mãe dançou!!!

O Illuminations especial de festas fim de ano aconteceu 2 vezes na noite da virada. Uma às 18:30h e outra perto da contagem regressiva. O que foi bom, pois minha mãe pode assistir tranquilamente à primeira sessão dele. Na segundo o World Showcase estava absurdamente lotado, e assistimos à contagem regressiva do Future World mesmo. O bacana é que antes de fazer a contagem regressiva, cada pavilhão era anunciado dizendo que horas daqui de Orlando foi revéillon lá, e tinha uma mini queima de fogos após o anúncio. Lugares com o mesmo fuso horário eram anunciados juntos. Essa sessão de mini queima de fogos acabou exatamente na hora da contagem regressiva, quando anunciaram que era a nossa vez de comemorar a virada do ano. Os fogos foram bem bonitos e ainda pudemos ver os fogos do Magic Kingdom de longe.

revéillon no Epcot

revéillon no Epcot

A saída do Epcot

Achei que a saída do parque seria complicada, mas não… o esquema foi super bem montado e saímos tranquilamente do Epcot… Mas não poderia ser tudo perfeito né? A Disney simplesmente fechou todas as saídas do Walt Disney World Resort, só deixando aberta a saída/entrada principal (aquela que se entrar e seguir em frente direto chega no Magic Kingdom). Com isso eu dei uma volta ao mundo pra chegar em casa e sim, peguei um certo trânsito, pois todos que estavam em todos os parques e também no Disney Springs, saíram pelo mesmo caminho.

Conclusão

Apesar de todo mundo falar “nossa, é perrengue” “é muito cheio” “programa de índio” , eu não achei nada disso. Como eu falei, foi bem divertido e ao mesmo tempo um programa bem família. Mesmo cheio (mas nada insuportável), tinha muita criança, famílias, sabe aquele clima bom? Então.. Até as festas com DJs eram super tranquilas, mesmo que o foco jovens, o clima era bom. A organização do parque foi nota 10. Só em não ter perrengue pra entrar e nem pra sair, e isso com aquela quantidade enorme de pessoas… Como falei acima, o fato do Epcot ser o melhor parque para se comer bem, ajuda e muito! Ficar só de sanduíche ou pegar filas absurdas para comer razoavelmente, como seria no Magic Kingdom, na noite do revéillon é meio perrengue. Agora, minha opinião é essa porque eu já saí de casa desencanada de brincar nas atrações. Se tivesse com objetivo de passar o revéillon e conhecer o parque, teria sido cansativo e frustrante, pois era impossível dar conta de todas as filas. E se alguém perguntar se eu iria de novo, a resposta é SIM, com certeza, diria até que superou todas as minhas expectativas!

Happy New Year!

Happy New Year!

Dicas para passar o revéillon no Epcot

  • apesar de não lotar tão cedo, chegue pelo  menos na parte da manhã. Como falei, o Epcot tem restaurantes legais e aproveite pra chegar com calma, sem pressa e comer em algum lugar bacana;
  • esqueça as atrações, ou ao menos faça Fastpass+ naquelas que você realmente quer ir de qualquer jeito, lembrando que tem que ser com muita antecedência;
  • esquece o branquinho da paz que nós brasileiros usamos.. nós demos sorte de estar quente, mas é inverno aqui.. pode ser que pegue uma noite bem fria. Para completar a dica de roupa, lembre que é um parque, não uma festa, e conforto é tudo!
  • se faz questão de ver a queima de fogos de pertinho no World Showcase, sente perto de uma grade e “guarde” o seu lugar. Se eu acho que vale a pena? Não.. fogos são no alto, a única coisa que fica no lago é a contagem regressiva, mas é também narrada, não faz tanta diferença.

E vocês, já passaram revéillon na Disney? Como foi a experiência?

Não fique desconectado em sua viagem para Orlando, compre aqui um chip pré pago com internet ilimitada

Querem mais dicas de Orlando dadas por quem mora na cidade? Acesse Orlando é tudo de bom

Já tem onde se hospedar em Orlando? Reserve pelo nosso parceiro Booking

Hotéis em Orlando 

Mais fotos do Revéillon de Orlando

 

 

 

 

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *