Grumari, mais uma praia pouco conhecida pelos turistas no Rio

Grumari

Na minha opnião o azar de Grumari é vir logo depois da Prainha, no sentido de quem vem do Centro do Rio. Prainha é, na minha opnião,  a praia mais bonita do Rio! Mas Grumari também tem seus encantos.

Uma das curiosidades de Grumari é o nome de origem indígena. Francisco Alves Siqueira, especialista na região com vários livros, conta em seu livro “Os Mistérios do Grumari” que o nome deriva da palavra Grumarim. Os índios tupis seguindo a orientação dos africanos, passaram a viver em casebres de taipa ou pau-a-pique. Para construí-los era necessário varas grossas, para assim segurar a massa de barro e proteger a casa dos vendavais oceânicos. Estas varas foram denominadas pelos índios de Grumarim, por serem duras, alinhadas e próprias para flechas. O local onde mais se colhia este arbusto era próximo a uma praia entre o Recreio dos Bandeirantes e Barra de Guaratiba.(exatamente ali).  Por isso foi dado o nome de Grumari ao lugar. (Flávia também é cultura 😛 )

2,5 km de extensão em uma área de proteção ambiental

São aproximadamente 2,5 km de extensão de praia, que assim como a Prainha são parte da APA (Área de Proteção Ambietal) e que as diferenciam das praias urbanas do Rio. No primeiro quilômetro da praia, em seu canto esquerdo fica aPraia de Abricó, única praia de nudismo da cidade. Eu ainda não fui.. mas um dia pretendo conhecer!

Grumari fica na zona oeste do Rio

As ondas são fortes em Grumari, o que acaba atraindo muitos surfistas… mas não chega a ser tão bem frequentada como a Prainha 😛  Acaba atraindo muitas famílias no fim de semana, e o estacionamento fica lotado, até porque o acesso por transporte público é praticamente inexistente. A prefeitura até limitou o número de veículos no estacionamento no verão.  Recomendo para os turistas, que passem por Grumari, curtam um tempinho e depois sigam pra Prainha e fiquem o resto do dia.

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Últimos comentários
  1. fred
  2. janete

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *