Blog

Morando na Flórida há 3 meses

fim de tarde em Miami, vista do meu quarto

fim de tarde em Miami, vista do meu quarto

Daí que hoje que vi que ontem fez 3 meses que estamos morando aqui!  E foi um mês que aconteceu bastante coisa…  Passeamos um pouco por aqui, fomos no aquário de Miami, que definitivamente é um programa que eu não curto, pois ali não é o lugar dos animais e parece mais um circo. Tivemos o meu primeiro dia das mães longe… e confesso que bateu uma deprê… vi minha avó, que está doentinha e minha mãe por skype. Acabei almoçando com as meninas em um restaurante brasileiro, porque a única coisa que eu queria era: comer feijão. Mas até quis preparar algo mais bacana, tive a idéia de em vez de almoço de dia das mães, ir em um brunch de hotel.. aí descobri que aqui o que lota não é almoço, é o brunch.. impossível reservar os que eu queria na mesma semana da data.  Pra minha mãe eu mandei bombons e flores, coisas que só a internet faz por você!!!

na saída da atração

na Universal

Passamos um final de semana em Orlando, mais precisamente no Universal Orlando Resort, curtindo os dois parques e ainda um dos hotéis de luxo do complexo. Adorei! Fiquei mal acostumada! rs A idéia é ir uma vez por mês para a terra da magia, sempre no começo, e a ida em junho já está agendada e chegando 😀

Dei uma mega desanimada nas caminhadas/corridas. Aliás, eu estou desanimada. Não é fácil ficar sozinha por aqui.. a gente acaba conhecendo um aqui, outro ali, mas nossos amigos de verdade, família, estão longe. E também acho que a escola das meninas ajuda nisso.. Não consigo gostar dela. Acho o ensino fraco, o ritmo lento, além, claro de não curtir o método de ensino. Embora o pai ache que não, eu não vejo grandes progressos no inglês das meninas. Isso também me frusta e me deixa ansiosa. Também acho que o fato de estar em Miami e todo mundo aqui falar espanhol, inclusive os americanos, faz com que elas acabem demorando mais a aprender o inglês. Mas enfim.. o ano letivo está acabando.. ontem mesmo foi a “festa” de fim de ano.

Letícia com a turma dela na festa de encerramento do ano letivo da escola

Letícia com a turma dela na festa de encerramento do ano letivo da escola

Camila com a turma dela na festa de encerramento do ano letivo da escola

Camila com a turma dela na festa de encerramento do ano letivo da escola

Reuniram as turmas, os que se destacaram em cada matéria receberam certificados e os top alunos receberam troféus. Eu tenho minhas dúvidas com relação à necessidade, funcionalidade desses prêmios, não sei se é um motivador ou algo que passe uma cobrança absurda nas crianças. Se pudesse escolher, elas não viveriam esse tipo de competição, não com essa idade. Claro que não ganharam nada, afinal elas entraram há 2 meses na escola. Mas se algo foi bom na festinha, foi vê-las interagindo com as outras crianças. E engraçado que essa semana Camila falou que estava ensinando português ao amigo… não duvido nada que daqui a pouco os amigos falem português rs Ah.. já ia esquecendo, elas tiveram o primeiro passeio com a escola, para assistir um filme e andaram naqueles ônibus escolares que elas tanto queriam! Pena que lá não tem o esquema das mães ficarem fotografando a saída como era no Rio.

Nesse mês eu comprei as passagens para comemorar os nossos aniversários no Rio. Iremos dia 25/07 e voltaremos no dia 05/08. Estou super feliz e só em ter as passagens eu já fico tranquila. Nessa ida quero ir ao médico, dentista e comprar livros da escola antiga, decidi que vou ensinar o português e a matemática que elas estariam estudando no Brasil. Pode parecer loucura, mas acho que vai facilitar a nossa volta no ano que vem. Enquanto isso, estou tentando organizar o aniversário a distância, e sofrendo com os preços $urreai$  do Rio.

Falando em estudar, eu comecei a fazer um curso de inglês no Miami Dade College. Meu inglês é médio, preciso treinar conversação, sendo que aqui em Miami isso é impossível, você abre a boca e se percebem que você não é daqui já te respondem em espanhol. E ainda mais, sou mega tímida, medo de falar errado. E o curso tem ajudado, já tive 3 aulas e já noto alguma melhora. Não achei caro: US$ 190 (por aí) pelo curso todo (dura uns dois meses), 2 vezes por semana, 4 horas/dia. E preciso treinar a escrita.. que só usava na época da IBM e que enferrujou.

Ia colocar nesse post minhas andanças e novas preferências em supermercados, mas vou fazer um post específico sobre isso.

E vem fim de maio e junho por aí, férias das meninas, já estou com algumas viagens planejadas pra ver se consigo dar uma animada!

 

Leia também

Rumo a grande Aventura na Flórida

Morando na Flórida: Como é a Páscoa nos EUA

Highlights dos nossos 15 dias na Flórida

Morando na Flórida há 32 dias: começo da rotina e adaptação

2 meses morando na Flórida

Administradora, mãe das gêmeas Camila e Letícia, carioca, apaixonada por viajar. Gosto de todas as fases, desde o planejamento até a revelação das fotos. Curto enoturismo, ecoturismo, viagem de luxo, romântica, e principalmente viajar com as filhotas.

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.

Comments

  • Rosa Pinheiro
    setembro 24, 2014

    Flávia, quando fui com minha família para os EUA para acompanhar meu marido que ia fazer um mestrado, eu fiz exatamente isso: levei os livros da escola do meu filho pois, como a gente ia voltar pro Brasil, ele ia precisar estar preparado para o que o esperava aqui. Os primeiros anos de escola nos EUA são fracos. Somente no segundo ano é que meu filho viu letra cursiva, enquanto no Brasil ele já escrevia direitinho com a cursiva desde a alfabetização. Na middle school é que o ensino melhora, especialmente se a criança vai para as salas de aula avançadas. Bjos!

    reply
  • Gisele
    maio 22, 2014

    Flavia, achei vc muito pra baixo nesse post, e tenho te acompanhado há algum tempo. Força ai, sempre lembrando de curtir, pois a fase tem prazo de validade. Bj

    reply
  • Maria Cleide
    maio 21, 2014

    Toda adaptação é complicada, pois estamos sempre fazendo comparações.Com o tempo as coisas vão melhorando, vc vai se acostumando com a cidade, moradores, clima,cultura. Com saúde, tudo fica mais fácil. Boa sorte em seu novo desafio!

    reply
  • maio 21, 2014

    Começo é bem difícil mesmo, e a gente sente o baque na primeira data comemorativa. É quando a saudade aperta.

    Mas quando você voltar ao Brasil você vai se sentir mais animada de novo 🙂 E pode ter certeza que suas filhas irão agradecer no futuro pela oportunidade que a mãe está lhes dando 🙂

    Beijo!

    reply
  • Tatiane
    maio 21, 2014

    Olá Flávia… te endendo perfeitamente. Estou na mesma situação que vc. Estou aqui uns 40 dias e a adaptação não está sendo fácil. Pensei que seria mais fácil por passar os últimos 3 anos fora do Brasil e tendo que me adaptar com mto menos, pois trabalhava em navio de cruzeiro. As pessoas são educadas mas não são de fazerem amizades. Esse é um ponto mto difícil sem ter alguém pra conversar, pra sair e tomar um café. Outro fator: alimentação…. agora já estou um pouco mais adptada… eu chegava no supermercado, olhava os produtos nas gôndolas em me perguntava: meu Deus pra q serve isso? Tudo tamanho família… affff. Mas temos que ter paciência para aos poucos nos adaptarmos. Todo mundo diz que aqui é maravilhoso pra morar, eu ainda não vi isso. Quem sabe com o tempo. Aproveita que vc não está sozinha, tem suas filhas e procura fazer cada dia uma coisa diferente e assim passar o tempo. Afortunadamente vc tem elas, pq se não tivesse seria mto mais triste e difícil a adaptação. Te digo isso por experiência própria. Bjus e boa sorte!!!!

    reply
      • Tatiane
        maio 21, 2014

        Nem me fale…. família e amigos são tudo. Infelizmente as pessoas só entende a outra quando passam pela mesma situação. Eu já nem perco meu tempo com explicações pq eu sei q não vão me entender. Eu procuro trocar experiências com pessoas na mesma situação que eu, pq assim sei que serei compreendida e é bom saber q não sou única, que tem mais pessoas na mesma situação, isso de uma maneira te acaba confortando. Boa sorte pra nós. Quando quiser marcar alguma coisa é só chamar. 😉

        reply
  • REGINA SABINO
    maio 21, 2014

    Bom dia Flavia, gostaria de saber como vc foi para EUA “legalmente”? Com visto de estudante? Só as crianças estudando é suficiente, ou nós, pais, tbém temos que estudar? Estamos pensando em morar em Fortlauderdale daqui 2 anos qdo nos aposentamos, mas queremos que ir “legalmente”. Como faço? Grata, um abraço, Regina

    reply
  • maio 21, 2014

    Oi Flavia, tudo bem??? Acho que é o momento ” a ficha caiu” . Começo tudo é novo e diferente e depois vai caindo na rotina.
    Mas fica calma que as coisas vão se ajeitando. Com certeza, criamos milhões de expectativa e muitas vezes, tudo é beeeem diferente!!!!
    Beijo

    reply

Post a Comment