Nova York com o Amigo Gringo

no Queens com o Amigo Gringo

Jackson Heights

Estive em Nova York nessa semana e tive o prazer de conhecer pessoalmente o Amigo Gringo,   Seth Kugel, jornalista americano que no momento tem dado dicas sobre a cidade, de uma maneira bem humorada, sincera e  focada no público brasileiro, que  por sinal ele conhece super bem. Eu já  conhecia o trabalho dele há uns 3 anos, através das redes sociais, segui uma indicação e li inúmeros artigos feitos por ele , inclusive sobre o Brasil, onde morou por um tempo e se bobear conhece melhor que eu.  Em 2012 assisti a uma palestra que ele deu no Seminário Viajosfera, do Viaje na Viagem, e continuei acompanhando seu trabalho na seção Frugal Traveler  do New York Times, para onde eles escreveu até setembro, dando uma paradinha apenas para realizar uns projetos, entre eles, o canal de vídeos.

encontrinho no Queens

encontrinho no Queens

O canal Amigo Gringo já é um sucesso, e olha que começou em outubro, mas já tem milhares de inscritos. E ele consegue passar o recado, de forma bem descontraída, para que nós, turistas, não sejamos um “puta babaca” em Nova York.  Aliás, eu adorei o slogan “Não seja um puta babaca” , até porque sei que como turistas, nós brasileiros ficamos um pouco “sem noção ” , na verdade acho que turistas de todo o mundo acabam fazendo um pouco disso também.

Os vídeos são lançados às terças e sextas, às 10h de Brasília. Nos episódios que já foram ao ar, ele deu dicas de gorjetas, como andar no metrô, segurança, melhor época para ir na cidade,  roupas para o inverno, aplicativos, e ainda respondeu perguntas que postaram nos comentários. Vou confessar que foi impossível andar em Nova York sem lembrar dos vídeos, e me peguei rindo sozinha no meio da rua, lembrando do “atropelamento” ou quando ficava tentada à entrar no Starbucks.

Nosso encontrinho foi de poucas horas, pela manhã, e ele me levou para dar uma volta no bairro onde mora, Jackson Heights, no Queens. O bairro é super bacana e eclético, com uma mega diversidade cultural, pois tem imigrantes indianos, colombianos, tibetanos, entre outros. Almoçamos no Phayul (4-06 37th Rd 2nd Fl, Jackson Heights – Btwn 74th & 75th St), um restaurante tibetano. Pedimos uma sopa muito gostosa, e um frango apimentado delicioso. O barato é que no restaurante estávamos acompanhados de monges tibetanos.

esqueci o nome, experimentei e adorei, parece pão de queijo

pandebono, versão colombiana do pão de queijo, porém mais doce

Adorei a comida e só não me empolguei mais a pedido do Seth, que falou que eu comeria mais ainda… e dito e feito. Fizemos comprinhas no mercado indiano, comemos doces uruguaios e batemos perna. Além de um super profissional, gente boa, divertido,  ele é um fofo e ótimo anfitrião!

suco de semente de manjericão que experimentamos

suco de semente de manjericão que experimentamos

no restaurante tibetano com os monges budistas

no restaurante tibetano com os monges

E para quem não se inscreveu no canal e quer dicas de NY, a hora é agora..

 

Ah… post atualizado em 03/12… ele fez uma matéria para o Terra e falou dessa nossa ida ao restaurante, indicando ele como um dos ‘restaurantes que só os moradores frequentam em NY’, e falou dos monges. Segue o link da matéria

 

Um dos últimos vídeos, que pra variar eu adorei, é esse.. sobre roupa no inverno

 

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Últimos comentários
  1. Lení Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *