Hopi Hari aos 6 anos

Hopi Hari

Semana da criança precisa ser comemorada de forma especial! Aproveitei que estava em Campinas com as meninas no Royal Palm Resort e fomos conhecer o Hopi Hari.

O Hopi Hari é um país imaginário, divido em áreas temáticas com linguagem própria, o Hopês, que pode até confundir os desavisados no parque, já que muitas placas estão nessa língua. São 760. 000 metros quadrados de muita diversão divididas em 5 áreas:

Kaminda Mundi –  na entrada do parque.  É onde fica a Giranda Mundi , a La Tour Eiffel, o Cinétrion (3D)  e  o Theatro  di Kaminda.

Wild West – Área com tema do velho oeste, onde fica o Rio Bravo, o Spleshi, Tirolesa, Crazy Wagon e Evolution.

Mistieri – Área com tema do Antigo Egito , onde fica a montanha russa Montezum,que passa por baixo da rua, a Vurang e Simulákron.

Aribabiba – área que está fechada mas que terá como tema a Liga da Justiça.

Infantasia – área dedicada àos pequenos e que tem tema de Looney Tunes.

Fomos no dia 13/10 e apesar de cheio estava tranquilo de brincar. O foco era  atração para a idade delas, 6 anos uma fase intermediária onde o que é  para os pequenos nem sempre agrada, e os mais radicais ainda dão um certo medinho, mas me surpreendi com a quantidade de coisa pra fazer lá com elas. A maioria das atrações para elas fica na Infantasia, cujo tema atual é Looney Tunes . Vou confessar que qualquer coisa com Piu Piu e Taz me faz me apaixonar.. imagina uma área inteira do parque com esses personagens e seus amigos? 😀

Pena mesmo que alguns brinquedos estavam fechados e algumas áreas do parque em obras, e a que ao chegar eu fiquei arrasada de não estar funcionando foi a roda gigante, chamada lá de Giranda Mundi. Sendo assim fomos direto para a Infantasia.

Kastel di Lendas

O Kastel di Lendas é uma espécie de  It’s a small world     do Magic Kingdon, é também bem infantil mas ainda distrai as meninas, o bacana é que fala sobre a cultura de algumas regiões do Brasil.

Trakitanas

Trakitanas é o tipo de atração que adulto fica tentando entender o porquê de tanto sucesso com as crianças. É um playground, temático com muitos Coiotes e Papa Léguas, e que os brinquedos são todos movidos a ar, com “armas” que jogam  bolinhas para todos os lados… Meninas ficaram lá 30 minutos e eu que tive que pedir pra dar uma saída rs. Depois voltaram por mais uns 10 minutos.

O Lokolorê , do Taz, é tipo a xícara do Magic Kingdon,  só que com latas que giram no chao que gira e bem mais rápido do que no parque americano. Como a emoção é dosada por quem brinca, fizemos o brinquedo ser bem emocionante rodando muito, e elas adoraram!

Meninas no Levá i Traz

Bem infantil também é o Leva i Traz, mas elas quiseram brincar e também curtiram. São caminhões com o tema do Looney Tunes fazendo um circuito pequeno e bem devagar, os menores adoram.

O Chabum (playground aquático com efeitos especiais) também estava fechado, mas nem iria com elas.. estava frio. Mas acredito que no verão seja bem divertido.

Konfront

O Konfronti (naves que giram) também agradou e ainda brincaram em outros brinquedos por ali.  Fiquei decepcionada porque não consegui levar no show da turma do Looney tunes no Klapi Klapi: são apenas 2 shows por dia e não tem nenhuma informação do horário na entrada do parque, quando fui procurar já havia começado e eu iria embora antes do segundo show. Fica a dica pra ver o horário assim que chegar e poder aproveitar.

Meninas com Piu Piu e Frajola

Vale a pena uma passada na Infantasia entre 15:30hs e 16:00hs para tirar fotos com os personagens que vão de 2 em 2 para essa missão. Meninas amaram conhecer o Piu Piu e o Taz 🙂

Rio Bravo

Mas como eu falei nessa idade dá para ter mais um pouco de emoção! Levei elas para Wild West que também tem várias atrações para a idade. Fomos direto para o Rio Bravo : 600 metros de corredeiras com emoção e muita água!!! Pena que não era verão, se não teríamos ido diversas vezes! Ao sairmos molhadas só me restou ir em uma das diversas lojinhas do parque e comprar uma camiseta para cada uma! Antes disso eu fiz questão de comprar a foto que o parque tira da gente no brinquedo, a carinha de felicidade delas não tem preço, mesmo assim achei os R$ 13 um preço “normal” de parque.

Cheguei a sugerir ir na Spleshi (um mini passeio de canoa em um rio que termina com uma queda e Ev muita água) mas Camila estava tremendo de frio e fiquei com peninha. Os dois brinquedos têm limite de altura de 1,00m, portanto se tiver calor não pense 2 vezes e vá! Mas não se esqueça de uma muda de roupa e toalha! A diversão é garantida!

Evitei os brinquedos de terror apenas para não ter problemas na hora de dormir, mas tanto o West River Hotel como La Mina del Joe Sacramento têm o limite de altura de 1,20m e elas poderiam entrar.

Eu confesso que fiquei surpreendida positivamente com o Hopi Hari, claro que a expectativa não era alta, nem pensei em comparar à Disney, mas achei ele limpo , organizado e divertido. Pretendo voltar quando elas tiverem um pouco maior, conhecer a nova área temática da Liga da Justiça que ainda está sendo feita e aproveitar as atrações mais radicais. 🙂

Segue um manualzinho e algumas dicas para ir ao parque:

Ingressos: O ideal é comprar pelo site até para evitar de pegar filas. No site tem as promoções e crianças até um metro não pagam. O ingresso quando comprado antecipado e no site tem desconto, e hoje está custando R$ 79 que pode ser parcelado em até 4x sem juros.  O valor para crianças maiores que 1m é igual ao de adulto.

Como chegar: O Hopi Hari conta com linhas exclusivas de ônibus para facilitar a chegada.  Eles disponilizam no site os locais de saída. Como eu estava hospedada no Royal Palm Resort em Campinas usei o transfer gratuito que o próprio hotel disponibiliza, tanto pra ir quanto pra voltar. Também é possível ir de caro, sendo que o estacionamento não é barato (algo como R$30).

Onde comer:  Diversas lanchonetes espalhadas pelo parque. Optei por almoçar perto do meio-dia, já que o parque abriu às 11:00hs e assim evitaria fila grande pois a maioria ainda estaria brincando. Na Infantasia tem lanchonetes, uma de cachorro-quente, outra de pizza e a de hamburguer que foi onde comemos (Hango Monstro). Pedi nuggets e fritas para elas (a porção de nugget que vem é de 6). Não é um espetáculo mas também não é ruim, eu confesso que não espero de um parque de diversão mais do que encontrei lá no Hopi Hari. E o preço é razoável (R$ 44 lanche para nós 3).

Aluguel de carrinhos para bebês: Não foi o caso delas, mas para quem vai com crianças pequenas é bom alugar um carrinho, pois o parque não é tão pequeno, embora se possa focar na Infantasia e não cansar muito. Lá aluga também cadeira de rodas. Em Kaminda Mundi.

mamadero da vovó

Mamadero da vovóAki vem cuidá: Eu fiquei apaixonada pelo espaço para bebês. Lá as mamães podem amamentar, deixar o bebê dormindo em um berço, dar comida, fazer mamadeira, trocar fraldas, enfim, point obrigatório para quem vai com bebês. E ainda ficou mega fofo com o tema Looney Tunes bebê!

Dicas:

– Levar filtro solar  e boné :mesmo estando frio e nublado nós ficamos queimadas, e não tem muita sombra

– Levar toalha, muda de roupa e chinelo : como eu falei algumas atrações como o Rio Bravo podem nos deixar completamente molhadas e uma camiseta de malha não sai por menos de R$ 35 nas lojinhas.

– Levar garrafa de água: vi bebedouros mas não foi em todo o parque.

– Levar um casaquinho: mesmo com sol faz um ventinho no fim da tarde.

 

Veja mais fotos na fan page do blog no Facebook.

 

 

 

 

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Últimos comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *