Blog

Lugares não tão seguros em Orlando

Pensei pra caramba em um título para esse post… porque sei que vai gerar polêmica… Mas enfim, o fato é que existem lugares que não são tão seguros aqui em Orlando, poderia até dizer que são perigosos, mas antes que venha a polêmica, não existe aqui a menor pretensão de comparar segurança em Orlando e segurança em qualquer cidade do Brasil ou mesmo do mundo. A idéia é simplesmente alertar para que ninguém caia de paraquedas em alguns dos lugares citados, seja por se perder ou mesmo com dica errada do GPS, como já aconteceu comigo, e com isso prejudicar a viagem mágica de férias.

  • Pine Hills
    Eu confesso que nunca passei por lá, até porque desde que vim morar aqui escuto falar do lugar que tem como apelido “Crime Hills” . Escuto sempre que tem tráfico de drogas, assaltos, roubos e crimes com armas.  Já sei geograficamente onde fica e nem me preocupo em me perder. Mas faço questão de colocar aqui, pois se pegar a Kirkman Road em sentido Norte saindo do Universal Orlando Resort, em 3 milhas mais ou menos chegará lá. E até tem, no meio do caminho, alguns lugares bem frequentados por brasileiros (inclusive eu),  como a Pie-Fection (pizzaria brasileira) e o Brazilian Super Market . (apenas ressaltando que os dois lugares são seguros, não pode é seguir mais a frente pela Kirkman pois chegará em Pine Hills).
  • Tangelo Park
    Essa pequena região já foi muito mais perigosa, e isso vem mudando nos últimos anos, em função do projeto de sucesso de um empresário rico, que investiu em escolas na comunidade. De qualquer maneira, a região ainda não é totalmente segura. Até pouco tempo não era possível pedir pizza de noite por lá, nenhum entregador levava. Até o posto de gasolina da esquina vivia fechado de tanto ser assaltado. E foi lá que eu caí de paraquedas por culpa do erro do GPS no fim do ano passado. Meu mecânico, um brasileiro super honesto, fica bem na esquina da entrada da comunidade, e o GPS me fez dar a volta por dentro da comunidade, em vez de ir pela Sandlake. Mesmo sendo de dia, eu fiquei com medo (e nem sabia que o lugar existia, descobri depois), pois todos ficaram me encarando, e eu ainda estava com as meninas no carro. E vocês pensam que é longe? Pra ter noção, é pertinho do Camila’s e de outros lugares super visitados pelos brasileiros na International Drive.
  • Orange Blossom Trail, Carver Shores e lado oeste da I4 na região de Downtown Orlando
    Essas três regiões eu li que são perigosas, mas não sei ao certo o quanto são. Ambas não ficam perto de lugares que costumo passar, portanto não pude conferir. De qualquer maneira deixei  na lista e se alguém souber mais a fundo o que rola por lá, favor dar dicas.

 

lugares perigosos em orlando

Resumindo…

O que noto em Orlando é que algumas comunidades são mais perigosas e não quer dizer que elas fiquem longe do que eu chamo de buxixo do turismo (Walt Disney World-Universal Orlando Resort – SeaWorld-International Drive). Mas são cantinhos que para entrar neles é preciso se perder. Como todo mundo aluga carros com GPS, isso fica mais difícil de acontecer, mas de vez em quando o GPS pode fazer um caminho doido, como aconteceu comigo.

Acho importante que todos saibam que não existe isso de lugar super seguro, nem na cidade, nem nos malls, nem nos hotéis. Basta lembrar que em 2014 vários turistas foram furtados em shoppings e em hotéis. Pelo que soube por aqui, a quadrilha foi presa em 2015 e isso parou de acontecer, mas todo cuidado é pouco, pois nós brasileiros somos conhecidos por fazer muitas compras, e de produtos caros/eletrônicos. Fica valendo as antigas dicas de não deixar as compras na mala do carro e voltar ao shopping ou parar em restaurantes, ou deixar as compras a mostra nos quartos dos hotéis. As viagens são tão aguardadas e planejadas, que não vale a pena dar mole e deixar que um incidente desse torne ela uma dor de cabeça.

Não fique desconectado em sua viagem para Orlando, compre aqui um chip pré pago com internet ilimitada

 

 

Administradora, mãe das gêmeas Camila e Letícia, carioca, apaixonada por viajar. Gosto de todas as fases, desde o planejamento até a revelação das fotos. Curto enoturismo, ecoturismo, viagem de luxo, romântica, e principalmente viajar com as filhotas.

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.

Comments

  • Gabriela Gurgel
    outubro 12, 2018

    Olá Flávia,
    Agradeço por compartilhar sua experiência. Nas minhas últimas viagens a Orlando, fiquei hospedada com a minha família no Days Inn da Orange Blosson. Sabemos que o local não é turístico e já ouvimos falar que crimes acontecem lá, entretanto, nunca vimos nada de diferente.
    O hotel é seguro, simples e com boa equipe. Para quem passa o dia todo na rua e só retorna para dormir, que é o meu caso, vale muito a pena pelo custo benefício, pois a diária e bem barata. Um abraço!!

    reply
  • Alexsandra
    julho 23, 2018

    Eu também cai de paraquedas em 2013, o gps deu um atraso e perdemos a entrada, aí olhando no mapa eu vi que se virasse na primeira a esquerda conseguiríamos ir para a ID, falei para o meu marido, entra na primeira a esquerda…. aí beleza, vi um carro de polícia, falei estranho… vi o segundo… não é normal… quando vi o terceiro falei, amor, estamos em um lugar que deve ser perigoso… ainda vimos uns caras sentados na frente de uma casa bem estilo filme de gangues!!

    reply
  • Luís Cunha
    janeiro 15, 2018

    Oi Flávia!

    Concordo com o significado do “complexo de vira-latas”, apesar de ter deixado de usar a algum tempo para não ofender caros amigos e parentes, mas o conceito procede.
    Este mês irei com a família para a famigerada “Terra do Tio Sam”, onde há cachoeiras que jorram leite e mel… (brincadeirinha com o excesso de elogios que ouço/vejo/leio), depois de 48 anos nesse planeta será minha primeira experiência durando mais que algumas horas em terras estrangeiras. Assim como há a sensação de ofensa por quem é classificado como “vira-latas” (SIC), eu também sofro certa discriminação quando procuro me informar sobre situações ditas “desagradáveis” em outros países, principalmente quando se trata da tão querida Terra da Magia.
    Vou atender aos anseios da família – o que muito me agrada – e procurar me divertir ao máximo em tudo o que é relatado como o supra-sumo da civilização em termos de entretenimento, mas sempre com o olhar crítico e realista, com os pés no chão e com a convicção (que palavra capciosa…) de que em todos os lugares do planeta nos quais existe o conceito de propriedade existem gatunos, pilantras, ladrões, traficantes, muambeiros, pobreza em vários níveis, crimes em geral – apesar dos lugares aprazíveis disponibilizados aos turistas, também em qualquer lugar do planeta.

    Gostei muito de sua publicação, considero importante para desmistificar o conceito de Paraíso na Terra e prevenir situações desagradáveis para os visitantes.

    Paz e serenidade a você e todos os seus leitores, que concordam ou não com esta humilde opinião.

    reply
  • Rodrigo Lucas
    setembro 29, 2016

    Olá Flávia.

    Sempre acompanhei você em sua página do Face, finalmente depois de alguns anos vou visitar Orlando, e vou sozinho no dia 19/10.
    Não sei falar inglês e não conheço nada rs, estou pesquisando bastante, fechei hospedagem via AirBnB no endereço Seminole Rd, Orlando, FL 32835, e agora eu vi que fica próximo ao Pine Hills….
    Segundo o proprietário da casa, o endereço que estou é um bairro de brasileiro bem tranquilo e seguro… você conhece?
    Vou estar com carro alugado, e vou providenciar o cel com waze e pacote de dados após a chegada em Orlando…

    reply
  • Solange Mazolli
    fevereiro 26, 2016

    Graças a DEUS nunca presenciei nenhum furto em Orlando. Mas em dezembro 2015 fomos ate Washington, em um parque de estacionamento do Memorial a Lincoln, três carros tiveram os vidros quebrados e foram furtados. Fiquei bem nervosa, a cidade era toda monitorada, e juro, nem imaginava que pudesse acontecer tal coisa, se bem, que uma garçonete brasileira havia nos dito que tinha certos lugares que a policia nem entrava. Agora como brasileira, eu viajo com um pé atrás, muito cuidado com a bolsa, nada de deixar coisas visíveis no carro, atenção redobrada com as malas no aeroporto…ate agora, não tive nenhuma experiencia ruim e espero nunca ter. Adorei seu post!!!!!!

    reply
  • Luis
    fevereiro 21, 2016

    Eu nunca fui, vou em dezembro, meu hotel fica na Id perto da walgreen, dizem que posso ir a pé para a Universal , alguém sabe dizer se o caminho é seguro? pois não dirijo e economizar um táxi é bom.

    reply
    • Anna
      março 25, 2016

      Nunca é bom ir à pé se estiver com criança. Se não estiver, até da para arriscar se topar uma boa caminhada. Embora as pessoas digam que seja “perto”, até do estacionamento para dentro do parque é o maior rolê, imagina ir andando do hotel. Da uma pesquisada, eu não arriscaria…

      reply
    • mauricio
      agosto 9, 2016

      O parque da universal fica proximo sim aproximadamente 1500 metros.

      reply
  • Carol
    fevereiro 21, 2016

    Parabéns, Flávia, pelo post. Como sempre super útil e necessário. Esse é um assunto que quase ninguém aborda e eu entendo ser de extrema importância. Como já dizia minha avó: “Cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém.”
    Um beijo pra você e pras meninas.

    reply
  • janeiro 29, 2016
    reply
  • Thiago
    janeiro 21, 2016

    Olá, não moro em Orlando, mas estou sempre por aí, pelo menos 4 vezes ao ano. Da última vez que estive aí, minha mãe teve a bolsa dela roubada dentro da loja da tommy no premium outlet. Fizemos BO com a polícia, e até agora nada foi resolvido, isso aconteceu no começo de novembro de 2015. Acredito que a polícia não está querendo muito ajudar por ser turista. Encontramos o ladrao ligamos para a polícia e nada foi feito. Depois do roubo os ladroes foram no Millenia mal e fizeram compras lá em 3 lojas, eu avisei a polícia as horas das compras e as lojas, eles nao estão presos não sei pq, falasse muito mal da polícia do Brasil, mas sei que o que aconteceu com minha mãe aí, se fosse aqui, o bandido já estaria preso, pois vimos o bandido em outro dia e mostramos p hotel que eles estavam, nesse momento quase que quem era preso era eu, pois falaram que eu não tinha prova, mais prova do que eles gastando o cartão da minha mãe no shop? As imagens do outlet com eles saindo da loja? Se alguém aí puder me ajudar quero esses bandido presos. Tenho o número do BO, e falei que queria ir para a corte, que iríamos aí novamente quantas vezes precisasse para prender essa quadrilha.

    reply
    • Daisy
      fevereiro 8, 2016

      Eu também fui furtada dentro da Thommy do Outlet da Vineland em dez de 2011. A minha bolsa estava como meu pai e eles a cortaram de fora a fora sem que ele percebesse. Levaram minha carteira com cartões de crédito e carteira de motorista. Fui super bem tratada pela Polícia local mas também não prenderam os assaltantes. No dia seguinte assaltaram uma americana no Milenia Mall da mesma forma e aí a polícia toda estava nos principais locais. Apesar de todo o transtorno nada perdi.. Consegui estorno de todos cartões, depois de muito transtorno. Naquele dia a loja estava vazia e só nos lembramos de umas latinas perto de nós. Mas não pesquisaram as câmeras de segurança e nem os locais em que gastaram os meus cartões.

      reply
  • Valeria de Sousa Brito
    janeiro 20, 2016

    Muito bom o post Flávia. É sempre bom saber.

    reply
  • Carla
    janeiro 14, 2016

    Excelente post Flávia! Temos que saber a realidade e não somente a parte “boa”!
    Amo Orlando e leio tudo sobre lá. Seu blog é especial e diferenciado justamente por você informar sobre a vida real dai e não apenas sobre os parques. A tag “morando na Florida” é muito interessante, não deixe de postar!
    Fui eu que te escrevi alguns posts atrás que presenciei um furto no Walmart da Turkey Lake.
    Você sabe dizer se o Walmart da Kirkman é perigoso? Uma vez fomos de Lynx e nos disseram para não voltar tarde de ônibus porque aquela região não era muito confiável.
    Um abraço e parabéns pelo blog

    reply
  • Lúcia Sígolo
    janeiro 14, 2016

    A minha mochila foi roubada dentro da loja da PUMA no Premium da Vineland enquanto eu escolhia um tênis.

    reply
  • Cassio
    janeiro 14, 2016

    Complexo de vira latas? Essa foi boa. Um país que morrem 60 mil pessoas por ano vítimas da violência, onde tem arrastões nas praias mais importantes, onde um GPS erra e você vai numa favela e é metralhado, onde matam para roubar celulares e tênis, onde há assaltos frequentes em ônibus urbanos e interesraduais, etc.
    Isso é complexo de vira latas?

    reply
  • Fabio
    janeiro 13, 2016

    Como assim não gerar polêmica? Qual o problema em se falar das partes perigosas nos EUA?? Toda cidade americana tem uma área perigosa, uma área depredada, que muitos americanos evitam passar. Essa mania de brasileiro achar que só exite violência no Brasil é nojenta. Acordem pra realidade!!! Complexo de vira-lata ridículo!!!

    reply
  • Sandro
    janeiro 13, 2016

    Conheço bem a região Carver Shores perto de Metrowest e posso te assegurar que é seguro.

    reply
    • Alex
      maio 28, 2018

      Me hospedei em Carver shores e o bairro parece ser meio barra pesada sim

      reply
  • Alexandre Costa
    janeiro 13, 2016

    Realmente o lado Oeste da I4 em downtown é bem humilde e precisa ser bem mais cuidadoso.
    Como eu estava no Florida Mall e ia ver NBA no Amway Center, decidi seguir a OBT até lá e logo no caminho a aparencia já vai mudando…
    Passando entre a 4 e a 408 o bairro já fica bem feio.
    Tentei estacionar nas ruas aos arredores, para economizar no estacionamento mas tive receio de ter problemas e paguei mais caro. Acabei não me arrependendo pois a estrutura do edificio-garagem de lá é ótima!!!
    depois rodei pela Colonial mas apenas pelo lado East, então já senti ser bem mais tranquilo.

    reply
      • Fernanda
        janeiro 20, 2016

        Olá ! Tive essa experiência em novembro . Fui até a loja Burlington Altamonte e na volta nos perdemos … Estávamos hospedados na ID e erramos o caminho. Acabamos entrando em um bairro residencial , do nosso lado direito logo após passarmos pelo Anway Center. Não sei qual bairro , tbm não sei se era perigoso, mas tive a impressão de ser um local bem simples , as casas eram populares e os carros tbm, me lembrou cenário de filme onde mostram bairros de periferia. Zero turismo ! Mas não tivemos medo e sim curiosidade de continuar vendo um local que não era para receber turistas. Acabamos localizando um posto de combustível onde pudemos nos localizar melhor no GPS e voltar para a rodovia principal. Pode ser que eu tenha me arriscado mas confesso que voltaria lá novamente para ver mais o “outro lado ” de Orlando com mais calma, claro depois de pesquisar mais sobre o local para confirmar se é seguro … Rsrs

        reply
  • Sérgio
    janeiro 13, 2016

    Flávia, vale a dica! publique sempre esse tipo de assunto, pois muita gente vive por aí (Orlando), inclusive eu. É bom sabe onde o “fato” acontece. Na contramão, uns oito anos atrás, eu deixei 2 sacolas cheias de compras no chão, ao meu lado, num daqueles quiosques de perfumes do Sawgrass. Comprei os perfumes, sai e deixei tudo lá. Só deu falta quando já estava no meio do caminho para o hotel na I-95. Retornei com o coração “saindo pela boca”. Estacionei e saí correndo feito um louco. Estava tudo onde deixei. Graças a Deus! rsrs. Um abraço.

    reply
      • Giovana
        fevereiro 7, 2016

        Em todos os lugares, assim como no Brasil, há que se tomar os devidos cuidados. As pessoas têm a mania de achar que, por que está nos EUA, pode “relaxar”… Pilastra tem no mundo inteiro INFELIZMENTE.

        reply

Post a Reply to mauricio cancel reply