Pastéis de Belém, uma delícia portuguesa com certeza

Pastéis de belém, esses são legítimos

Pastéis de belém, esses são legítimos

Você pode comer pastéis de nata em vários lugares em Portugal, afinal é uma especialidade da gastronomia portuguesa, mas o original, o único que pode ser chamado de Pastel de Belém (até porque o nome, assim como a receita, é patenteado) é o vendido na antiga Confeitaria de Belém, hoje um restaurante chamado  Pastéis de Belém. , e que fica perto do Mosteiro dos Jerônimos em Lisboa.

fachada do restaurante Pastéis de Belém

fachada do restaurante Pastéis de Belém

Inaugurada em 1837, nasceu de uma crise, a qual todos os conventos portugueses foram fechados. Como ao lado do mosteiro havia uma refinaria de cana-de-açúcar, alguém do convento começou a fazê-los para vender para sua sobrevivência. Na época o centro de Lisboa ficava longe de Belém, era até preciso ir de barco. O lugar já era muito visitado por turistas, que iam ver a Torre de Belém, o Mosteiro, e foi com os turistas que o pastel de belém começou a fazer sucesso entre os portugueses para mais tarde ser descoberto pelo resto do mundo .

balcão , onde muitos que não entram pra comer, acabam comprando o doce

balcão , onde muitos que não entram pra comer, acabam comprando o doce

São mais de 15 mil pastéis vendidos por dia, uma receita que é guardada a sete chaves e que apenas os mestres pasteleiros da Oficina do Segredo, do próprio restaurante, têm acesso a ela. Eu vou concordar, eles realmente são diferentes de todos os outros que já comi, seja em Portugal, seja aqui no Brasil (tem uma casa de comidas portuguesas aqui no Rio que faz um bem parecido), mas nenhum tem a massa folhada como o de lá, assim como o recheio mais  cremoso. Existe até um debate a respeito das receitas dos pastéis de nata x pastéis de belém. Há quem diga que são receitas diferentes, e quem diga que é a mesma receita, como a do segundo é segredo, a discussão rende…

são feitos15 mil pastéis de belém por dia

são feitos15 mil pastéis de belém por dia

O fato é que o doce e, claro, a confeitaria e hoje restaurante, viraram parada obrigatória de qualquer pessoa que vá à Lisboa. Como ficam perto da Torre de Belém , do Padrão dos Descobrimentos e do Mosteiro dos Jerônimos , essa visita acaba sendo fácil de encaixar no roteiro.

azulejos do interior do restaurante

azulejos do interior do restaurante

Vejo muita gente do lado de fora comprando o doce no balcão, e recomendo que entre, pois dá pra ver através dos vidros os padeiros retirando os pastéis do forno, um pouco da cozinha . E que sente em uma mesa, para degustar o doce com calma, na temperatura certa, que é morninho. Além de poder curtir os salões com azulejos azuis tipicamente portugueses e cheios de arcos que nos fazem entrar no clima do lugar e de sua história.

Nem preciso dizer que depois dessa fama toda e por ser o único lugar que vende os legítimos pastéis de belém, as filas são sempre grandes. Mas é possível fazer reserva de mesa pelo site da confeitaria, que disponibiliza menus com preços fixos para café-da-manhã (11 euros), brunch (15 euros), e até mesmo 1 pastel de belém mais uma bebida (6 euros).

 

Informações:

End: Rua de Belém, 84 a 92. Belém, Lisboa.
Tel: 351 (21) 363-7423
www.pasteisdebelem.pt

Como o horário de funcionamento varia ao longo do ano, o ideal é checar antes de ir.

 

Já tem onde se hospedar em Lisboa? Reserve pelo Booking, pode cancelar a qualquer momento e encontra sempre o melhor preço

Hotéis em Lisboa  

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Últimos comentários
  1. Marcia Iorita Souza
  2. maria sulzbach
  3. Anna Paola Almeida Costa
    • Anna Paola Almeida Costa
  4. gloria
  5. cinthya
  6. Mary Ly Oak Araújo
  7. Marcia D.F.M.Gonçalves
  8. Paulete
    • Delciane Terebinto

Deixe uma resposta para Edivani Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *