Blog

Fez compras no exterior? Saiba como pedir reembolso dos impostos

Brasileiro ADORA viajar e fazer suas comprinhas.  O que nem todos os brasileiros sabem é que a viagem pode ficar mais barata:  em alguns países é possível conseguir a devolução de impostos e economizar em mais de 20% no valor do produto. O tributo que pode ser devolvido é o Imposto sobre o Valor Agregado (IVA).

O valor reembolsado depende de cada país, embora alguns, como o Brasil e EUA  não preveem a devolução. 🙁  Em um mesmo continente, como na Europa, a variação de percentual de devolução pode chegar até 27%, no caso da Hungria.

Euro_coins_and_banknotesNa França, a porcentagem devolvida varia de 5% a 19,6% do valor da compra dependendo do produto, cuja aquisição deve somar no mínimo 175 euros. Em Portugal, vai de 6% a 23% para uma compra de no mínimo 61 euros. No Reino Unido, o turista tem que consumir o mínimo de 30 libras para obter um reembolso de 5% ou 20%.

Na América Latina, na Argentina, a devolução é de 21% para uma compra mínima de 70 pesos. Já o  Uruguai  devolve  80% do imposto para uma compra que supere 500 pesos.

Segundo a Global Blue, companhia especializada em informações sobre gastos e compras internacionais, o mais importante é o turista lembrar de pedir na loja da compra um formulário de Tax Free que deverá ser apresentado no aeroporto junto com o produto e o recibo.  As grandes lojas de departamento facilitam a vida do turista apresentando na vitrine um adesivo com a inscrição Tax Free , de qualquer maneira, mesmo sem o adesivo, vale a pena perguntar.

Na hora da compra, o pagamento da mercadoria deverá ser efetuado normalmente (incluindo os impostos). Apresente   o passaporte no caixa e solicite o formulário da Global Blue/Global Refound . Em seguida, é preciso indicar se deseja o ressarcimento no aeroporto ou via depósito. O reembolso só acontece quando o turista deixa o país.

No aeroporto, depois de fazer o check-in, dirija-se ao balcão da Global Refound e apresente o formulário e as notas fiscais ao agente da alfândega. Depois de aprovado e carimbado, é só ir ao posto de reembolso junto aos terminais internacionais e apresentar os documentos novamente.

O reembolso só é garantido em produtos que podem ser levados no aeroporto,  não vale para serviços  como hotéis, restaurantes, entretenimento e transporte. E o turista pode receber o valor em cheque, em espécie ou no cartão de crédito. No momento de solicitação do reembolso, uma das exigências é que o turista mostre o produto, portanto o ideal é manter os produtos sempre acessíveis, de repente na mala de mão para facilitar.

Devolução do Imposto sobre o Valor Agregado (IVA) vai de 7%, na Cingapura, até 27%, na Hungria. Consulte a lista por país.

País VAT-rate Valor mínimo
Argentina 21% 70,00 pesos
Austria até 20% 75,01 euros
Bélgica até 21% 125,01 euros
Croácia até 25% 740,00 kunas
Chipre 17% 70,00 euros
República Checa até 20% 2.000,01 coroas checas
Dinamarca 25% 300,00 dinans
Estônia 20% 38,01 euros
Finlândia até 23% 40 euros
França até 19,6% 175,01 euros
Alemanha até 19% 25,00 euros
Grécia até 23% 120,00 euros
Hungria até 27% 52.001,00 forints
Islândia até 25,5% 4.000 coroas islandesas
Itália até 21% 154,94 euros
Coréia do Sul 10% 30.000,00 wons
Letônia até 21% 30,26 lats
Líbano 10% 150.000,00 libras
Lituânia 21% 200,00 litas
Luxemburgo 15% 75,00 euros
Marrocos 20% 2.000,00 dirhams
Holanda até 21% 50,00 euros
Noruega até 25% 290,00 coroas norueguesas
Polônia até 23% 200,00 slotys
Portugal até 23% 62,35 euros
Cingapura 7% 100,00 dólares Cingapura
Eslováquia até 20% 175,00 euros
Eslovênia até 20% 50,01 euros
Espanha até 21% 90,16 euros
Suécia até 25% 200,00 coroas suecas
Suíça 8% 300,00 francos suíços
Turquia até 18% 108,00 novas liras
Reino Unido até 20% 30,00 libras esterlinas

Fonte: Global Blue

 

Administradora, mãe das gêmeas Camila e Letícia, carioca, apaixonada por viajar. Gosto de todas as fases, desde o planejamento até a revelação das fotos. Curto enoturismo, ecoturismo, viagem de luxo, romântica, e principalmente viajar com as filhotas.

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.

Comments

  • Rafaela
    fevereiro 22, 2016

    Olá!
    E Cancun? Qual o valor mínimo? Faltou na sua listinha… Rsrsrsrs.
    Ótima dica!

    reply
  • Marcos Martins
    setembro 13, 2015

    Boa noite.
    Vou viajar para Portugal, em seguida França e por último Suíça. Sabe me informar se faço o tax refund de todas as compras de Portugal, França e Suíça no aeroporto de saída, que será Zurich? Obrigado!

    reply
  • MARCIA REGIANE NISHIGOURI
    agosto 12, 2015

    OLÁ, IREI AO CHILE EM OUTUBRO E GOSTARIA DE SABER SE NAQUELE PAÍS EXISTE ALGUM ESQUEMA DE DEVOLUÇÃO DOS IMPOSTOS, GRATA

    reply
  • MARIA APARECIDA FILGUEIRAS REAL
    abril 8, 2015

    como funciona em NEW YORK?
    já me disseram que na própria loja vc recebe 11%
    é verdade??

    reply
  • Saniday
    janeiro 26, 2015

    Olá, bom dia!
    Acabei de voltar de viagem e comprei algumas coisas na Alemanha. Pedi o formulário nas lojas onde fiz as compras e fui informada de que deveria pedir o reembolso no aeroporto do último país da UE. No meu caso foi Lisboa (fiz um voo de conexão, oriundo de Paris). Cheguei ao aeroporto e fui informada de que deveria ter solicitado na Alemanha. Ou buscar informações fora da área de embarque. Pois eu já tinha passado pela imigração. Como não tinha muito tempo para o embarque, acabei vindo embora sem pedir. Mas a minha saída da UE tinha sido iniciada na França.
    Minha dúvida é se poderia ter pedido o reembolso no dia da minha volta, mas em outro aeroporto com mais tempo e não no último como me informaram?

    reply
  • Jessica gomes
    dezembro 28, 2014

    ola, vc sabe dizer se o reembolso só acontece se a pessoa entrar no país com visto de turista? Pq eu to nos eua com visto de estudante e estou guardando as principais notas pra pedir reembolso da taxa quando eu voltar.
    Obrigada

    reply
  • Lucimara
    outubro 1, 2014

    Fiz td esse processo e recebi um cheque da global free… Minha dúvida: nenhum banco aceita ou tem algum banco específico?? Como faço pra trocar esse cheque por dinheiro?

    reply
  • Lilian Vieira Brescansin
    julho 29, 2014

    Bom dia!
    Antes de tudo, adora suas postagem e dicas haha

    Gostaria de uma informação, vou fazer um intercâmbio na costa rica em Janeiro, e será minha primeira viagem internacional, não pretendo comprar nada eletrônico, as claro, gostaria de trazer algumas lembranças de lá. Esse tipo de compra também preciso apresentar na alfândega antes de voltar?

    Obrigada ;D

    reply
  • Carla
    julho 7, 2014

    No Uruguai não é muito vantajoso usar esse esquema. A maioria dos lugares não entrega a nota específica para o reembolso (não vale qualquer nota, apenas essa específica). Aí você compra tudo no cartão de crédito, pois eles devolvem o IVA apenas em compras com cartão de crédito, e você acaba pagando o IOF e não recebe nada de volta. O processo é realizado no aeroporto, é simples e rápido, não precisa mostrar o que comprou. Recebi de apenas duas compras pequenas, todas as outras notas não valeram. Acho que vale a pena levar dinheiro e pagar as compras com dinheiro, caso a loja tenha essa nota de reembolso, aí vale a pena pagar com cartão de crédito. Mas não vá para o Uruguai achando que vai conseguir o imposto de volta de todas as compras…..

    reply
  • Lucimara
    julho 6, 2014

    Cheguei, já fiz td o processo de devolução. Recebi um cheque, mas no banco eles não sabem me dizer como depósito esse valor na minha conta….
    Grata
    Lucimara

    reply
  • Larissa
    abril 28, 2014

    Olá, na África do Sul também funciona assim; mas acho que não faz parte dessa rede. mas o procedimento é igual, guarda todas as notas de produtos comprados e no aeroporto faz a comprovação e ressarcimento 😉

    reply
  • Adriana Lisboa
    abril 10, 2014

    Flávia vc sabe informar se existe tax free em San Andrés na Colômbia?

    reply
      • Silvio
        julho 6, 2014

        Flávia, tem sim mas prestem atenção. Tem que dar entrada no país ou em qualquer pais como turista. O processo é burocrático e fazem de tudo para vc não pedir o reembolso. Entrando como turista vc garante a possibilidade do pedido do mesmo.

        reply
  • Amanda
    janeiro 20, 2014

    Olá! Muito útil o seu post! Adorei! Gostaria de saber se o reembolso só é valido para aeroportos ou para estações de trem tb, pois quem visita varios paises na Europa geralmente se desloca de trem. Obrigada!

    reply
  • Marisa Salvini
    janeiro 13, 2014

    Querida Flávia, queria fazer uma consulta. Caso você não tenha a resposta, gostaria que me indicasse alguém ou algum órgão que pudesse fazê-lo.
    Estive visitando algumas cidades da Europa no mês passado. Em algumas lojas peguei o ” Tax Free”.
    Ao chegar no último aeroporto (Lisboa), antes de retornar ao Brasil, fui informada que os funcionários da Alfândega estavam em greve, e que a autorização para o recebimento do valor referente ao Imposto sobre o Valor Agregado (IVA), não seria possível.
    Gostaria de saber se existe algum modo de não ficar com esse prejuízo, já que me informaram que as notas com a devida autorização (tax free) são válidas por 90 dias.
    Agradeço o seu empenho,
    Bjs

    reply
  • Lucas Lima Malandrin
    dezembro 15, 2013

    Olá, muito bom as informações deste artigo. Contudo tenho uma dúvida, no momento moro na Italia, mas viajo constantemente pelo europa, como faço para retirar o dinheiro do taxi free dos produtos que comprei aqui? É possível?

    reply
  • Fran Agnoletto
    dezembro 14, 2013

    Olá,

    Na Austrália tbem é possível pedir . Funciona da mesma maneira que vc explicou.
    E a troca já é dentro da area de embarque, do lado do Free Shop.
    Ah, e precisa levar as mercadorias na bagagem de mão.

    Bjs,
    Fran@Viagens que Sonhamos

    reply
  • Pedro Henrique Rezende
    setembro 15, 2013

    Oi Flavia,

    Muito bom o seu post e eu gostaria de saber se você tem idéia se existe isso para o Canadá.

    reply
  • Enéas
    abril 7, 2013

    Na Holanda dizem que devolvem mas você chega no aeroporto e nada….
    Balela….

    reply
  • fevereiro 4, 2013

    Ola,

    Ótimo post, também sempre realizei minhas compras no exterior!

    Abraços

    reply
  • janeiro 25, 2013

    Adorei, Flávia. Primeiro texto do blog, que leio, mas já achei bem bacana. Não fazia ideia… Informação valiosa! 😉 Beijocas e bom sol em Búzios!

    reply
  • janeiro 21, 2013

    Valeu Flávia

    Poucos utilizam desta vantagem, vale a pena as vezes acumular e comprar tudo numa grande loja. No EL Corte Inglês na Espanha, existem salas de apoio ao cliente estrangeiro, na Macy´s tb.

    @GusBelli

    reply
  • janeiro 20, 2013

    Ótimo texto, Flávia! Parabéns!

    reply

Post a Comment