Sesc/Palácio Quitandinha em Petrópolis

Palácio Quitandinha - Petrópolis

Palácio Quitandinha – Petrópolis

Já contei aqui no blog que durante a nossa  #RoadTripRio estivemos em Petrópolis, e um dos lugares que visitamos foi o Palácio Quitandinha. Perdi a conta de quantas vezes estive na cidade, tirei foto do Quintandinha e nunca entrei nele. Mas dessa vez me redimi e fiz a visita guiada, e confesso que fiquei encantada com tudo que vi e ouvi!

Palácio Quitandinha – história

o hotel-cassino recebeu celebridades como Carmem Miranda

o hotel-cassino recebeu celebridades como Carmem Miranda

Não dá pra contar sobre a ida ao Quitandinha sem falar da história dele. Até porque a visita guiada conta a história e o porquê de cada detalhe! Ele foi construído em 1944 com o objetivo de ser o maior cassino hotel da América Latina.  Recebeu esse nome pois foi construído na região da Fazenda Quitandinha, que produzia frutas, legumes, verduras e que vendia ali mesmo.

A ideia do super empreendimento foi do empresário mineiro Joaquim Rolla, que já era proprietário de outros cassinos como o Cassino Atlântico e o Cassino da Urca. O guia frisou bastante a mania de grandeza do empresário e isso explica muita coisa da arquitetura do Quitandinha. A megalomania era tanta que ele mandou fazer uma praia no lago do Quitandinha pra dizer que também tinha praia em frente como o Copacabana Palace .

A construção, no estilo normando, tendência dos grandes cassinos europeus, demorou 4 anos pra ser concluída e contou com uma decoradora que era cenógrafa de Hollywood. E a sensação que se tem ao entrar no Quitandinha é essa: parece cenário de filme de Hollywood dos anos 40.

o teatro com mais de 1100 cadeiras cor de rosa

o teatro com mais de 1100 cadeiras cor de rosa

a piscina em formato de piano de cauda do Palácio Quitandinha

a piscina em formato de piano de cauda do Palácio Quitandinha

A inauguração foi em alto estilo, com show de astros da época como Virgínia Lane e Grande Otelo. A noite foi de luxo e glamour, e contou com bailes de carnaval e hóspedes ilustres.

Durante os 2 anos que o cassino funcionou, seus salões e quartos tiveram presenças ilustres como Greta Garbo, Carmem Miranda e até Walt Disney. Com a proibição dos jogos de azar, o empreendimento passou a funcionar apenas como hotel, e foi difícil manter as despesas com aquele luxo todo, mesmo tendo sido palco de eventos como o Miss Universo, inclusive foi lá que a Marta Rocha perdeu o título por 2 polegadas.

Em 1963 o Quitandinha foi vendido para um grupo empresarial paulista e se tornou um condomínio. A parte administrativa e os salões e áreas de lazer foram comprados em 2007 pelo SESC , que passou a promover atrações culturais no local. A parte que antes foi o hotel e seus quartos, é hoje um condomínio onde cada apartamento é de um proprietário, não sendo mais possível se hospedar lá.

Por dentro do Quitandinha

O começo da visita guiada é no teatro, e no meio das 1100 cadeiras cor de rosa, ele explica toda essa história do Quitandinha. Em seguida ele nos leva ao Salão Mauá , onde funcionava o cassino e que é a segunda maior cúpula do mundo, com 30 m de altura e 50m de diâmetro. Ali brincamos de produzir eco, e o efeito é impressionante pois chega a reproduzir o som por 14 vezes!!

Alguns lugares são absolutamente impactantes, como a piscina coberta, que tem formato de um piano de cauda e chega a ter  5 metros de profundidade. As paredes foram decoradas com inspiração na obra de Júlio Verne, 20 Mil Léguas Submarinas, de 1870.

a área infantil

a área infantil

Uma das coisas mais interessantes, até porque sou mãe, foi ver o pioneirismo do hotel-cassino em relação às crianças. Simplesmente eles já tinham o que se vê muito nos famosos resorts: uma área dedicada aos pequenos para deixar os pais livres pra jogar e se divertirem.

Além das salas preservadas e que estão sendo restauradas pelo Sesc, o Quitandinha tem um boliche e vale a pena unir os dois passeios.

 

Conclusão

Vale super a pena a visita e apesar de ser grande, as crianças adoraram! Não acho que valha a pena economizar e não pagar a visita guiada, a visitação guiada é muito rica em detalhes e faz com que o Palácio Quitandinha seja melhor compreendido. Reserve cerca de 1:30h para o passeio e aproveite!

 

Já tem onde se hospedar em Petrópolis? Reserve pelo nosso link de afiliado do Booking

Sobre a viagem

A nossa #RoadtripRio  tem o objetivo de dar dicas de hotéis e atrações para ir com as crianças no Estado do Rio de Janeiro. Vamos cobrir todas as regiões do Estado, desde Região dos Lagos, passando pela Serras, Vale do Paraíba e até a Costa Verde. A  viagem está sendo viabilizada pela Localiza, nossa parceira, que cedeu um Renault Duster Automático. Acompanhe pela hashtag #RoadtripRio e em nossas redes sociais. Endereço: Av. Joaquim Rolla, 2
Tel: (24) 2245-2020

Mais fotos do Quitandinha

 

 

 

A etapa da #RoadTripRio por Petrópolis foi feita com promoção do Petrópolis Convention & Visitors Bureau e apoio da Fundação de Cultura e Turismo

Informações 

Endereço: Av. Joaquim Rolla, 2
Tel: (24) 2245-2020
Ingresso: Visitação não- guiada:Entrada franca. A visitação áudio guiada está disponível em torno de 20 a 25 aparelhos.
Visita guiada R$10.00 : crianças de 7 a 10 anos; estudantes e idosos maiores de 60 anos: R$5,00

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Últimos comentários
  1. valessa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *