Onde se hospedar no Rio de Janeiro?

Onde ficar no Rio?

Onde ficar no Rio?

IMG_3897

a maioria dos pontos turísticos fica na zona sul da cidade

Acho interessante, no mínimo engraçado, que quando as pessoas vão visitar o Rio de Janeiro, geralmente o primeiro lugar que elas pensam em se hospedar é Copacabana, como se a cidade se resumisse a um bairro. Mas o Rio é muito mais que Copacabana, diria mais, a zona sul da cidade , onde se localiza a maioria dos pontos turísticos cariocas, é muito mais que Copa.

O porquê de se hospedar na zona sul do Rio de Janeiro

IMG_3695

Botafogo tem a linda vista da baía de Guanabara

Vou começar o post com um argumento de quem morou 25 anos na zona sul e que depois morou 15 anos na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade: o Rio de Janeiro acontece, ou melhor, bomba mesmo, na zona sul da cidade. E quando falo “bomba” é em relação a tudo: praias mais badaladas (mas não as melhores na minha opinião e já falei sobre isso aqui), barzinhos e vida noturna e sim, proximidade com os principais pontos turísticos. A Barra da Tijuca, o Recreio, são lindos mas completamente fora de mão, e nem é só pela distância, mas pelo trânsito absurdo.  Uma hospedagem na zona oeste vale a pena quando a pessoa já conhece muito bem a cidade, vai com certeza alugar carro e quer curtir apenas praias (ou shoppings,  mas existe alguém que vai pro Rio pra isso? rs)

A zona sul também é servida de transporte público que funciona bem para quem vai visitar o centro da cidade, ir nos museus e até mesmo ir para alguns pontos da zona norte, como o Maracanã (já viram a minha sugestão de roteiro de 7 dias no Rio? dá uma olhada aqui).

Por essas razões, eu não consigo sugerir outra região da cidade para se hospedar, é, definitivamente, um lugar estratégico. Mas, a zona sul é enorme! Vai da Glória até São Conrado, e nem todos os bairros são tão bons pra se hospedar, ou mesmo nem têm hotéis ou lugares pra ficar direito. Vou separar a zona sul em bairros (sozinhos ou agrupados) e falar das vantagens e desvantagens de se hospedar em cada um.

Vantagens x desvantagens de se hospedar em cada bairro da zona sul do Rio de Janeiro

  • São Conrado : O bairro fica no final da zona sul, passando o túnel já é zona oeste, mais precisamente a Barra da Tijuca. E por isso mesmo tem o mesmo problema da Barra em uma proporção um pouco menor: a distância e o trânsito. Outro “porém” é que é no bairro que fica a gigantesca Favela da Rocinha, além do Vidigal.  Em compensação pode ser uma boa pedida pra quem quer ficar no meio do caminho para as praias da zona oeste. O preço da acomodação vai variar de acordo com o nível / tipo de hotel/hospedagem. O bairro não tem muitas opções, mas se escolher se hospedar lá, pode olhar as opções aqui.
  • Gávea : Uma caminhada curta e se está no sofisticado Leblon e sua praia. É na Gávea que fica o badalado Baixo Gávea, com seus barzinhos bem descolados. Fica mais distante do centro da cidade mas é bem servido de ônibus. Seria um ótimo lugar pra ficar se tivesse mais opções de hospedagem. As que existem são na maioria hostels e você pode checar as opções aqui.
  • Leblon: O bairro tem praia, restaurantes para todos os gostos e bolsos, tem até transporte público (embora que se hospeda lá não use) mas por ser o bairro mais nobre da cidade tem diárias caríssimas nos poucos hotéis que existem por lá. Se o dinheiro não é o problema, eu super recomendo. Veja as opções aqui.
  • Ipanema : Vizinho do Leblon, segue o mesmo padrão, com restaurantes, comércio, praia (acho que vale a pena ficar lá só pra estar pertinho do Arpoador e seu famoso pôr do sol rs). O padrão vale também para o preço, podendo ser ligeiramente mais barato do que o bairro vizinho. Uma outra vantagem de Ipanema é que fica mais centralizado dentro da zona sul, espremido entre Copacabana, Leblon e Lagoa. Para ver as opções de hospedagem no bairro, entre aqui.
  • Copacabana: Como é o primeiro bairro que todo mundo pensa em se hospedar no Rio, é também o bairro com mais opções de hospedagem. Tem de tudo pra todos os gostos e bolsos. É o bairro que mais tem turistas passeando na orla. Sua praia não é das melhores, na minha opinião, assim como a frequência do bairro, pois por ser point de turistas, é onde se vê mais prostituição e assaltos (mas infelizmente isso não quer dizer que não exista nos outros bairros). Assim como Ipanema, é um bairro  estrategicamente localizado pra visitar toda a zona sul e com opção de transporte para o centro. Só recomendo a hospedagem lá se for na orla, de frente para o mar…  aí é outra história.. rs  Se a escolha de bairro para se hospedar for Copacabana, você pode ver as opções de hotéis/hospedagens aqui.
  • Jardim Botânico/Lagoa : Os dois bairros são uma delícia para morar e numa parte mais verde da zona sul, o que significa que não está distante das praias. Hoje em dia existem alguns hostels, o que eu acho ótimo! Até bem pouco tempo atrás só era possível se hospedar nesses bairros se alugasse um apartamento. Perto de Parque Lage, Jardim Botânico e Lagoa, não muito distante das praias  e do Cristo Redentor e Pão de Açúcar. Se a idéia é se hospedar por lá, dá uma conferida nas opções aqui.
  • Urca: eu adoro a Urca. É lá que fica o Pão de Açúcar e seus bondinhos. Mas o bairro não é bacana por esse motivo, é um lugar delicioso pra morar (embora nunca tenha morado lá eu estudei e trabalhei por ali por alguns anos). Desvantagens: A praia do bairro não é uma das melhores, e o bairro não tem transporte público que atenda bem, são 2 linhas de ônibus e não tem metrô. Para ver as opções de hospedagem, clique aqui.
  • Botafogo e Humaitá : Não tem como pensar em Botafogo e não lembrar da frase que Botafogo é um bairro de passagem. Mas pensando como turista, isso não é um ponto negativo, afinal é de passagem pois está no caminho de tudo: de praias, de Copacabana, do Jardim Botânico, do centro da cidade. E ainda tem transporte público pra todos os lugares. Botafogo tem a linda baía de Guanabara, que embora não possa dar um mergulho, é um dos mais bonitos visuais do Rio. Por não ter praia (ao menor própria para o banho) e ser um bairro “classe média” as poucas opções de hospedagem por lá são mais em conta. E de quebra tem um pouco de vida noturna, com barzinhos, restaurantes. Para quem tem interesse em se hospedar por lá, veja as opções  aqui.
  • Laranjeiras e Cosme Velho: Têm o mesmo “problema” de não ficar perto de praia, mas estão estrategicamente localizados, principalmente perto do Cristo Redentor. Desvantagens em relação à Botafogo:  não tem metrô por esses 2 bairros, e se tem algo que vale a pena estar perto no Rio é do metrô, ainda mais com a linha 4; e a vida noturna não é tão animada, diria até que é bem restrita. A vantagem é que é um bairro mais barato. Se achou interessante se hospedar por lá, veja as opções nesse link.
  • Flamengo e Catete: Ambos não têm praia (própria para o banho) mas tem o Aterro do Flamengo e seu visual incrível. Ficam mais próximos do centro da cidade e são servidos de transporte público, incluindo o metrô. A localização pode ser boa principalmente pra quem não quer buxixo de turista , faz questão de preços mais acessíveis sem que precise sair da zona sul. As desvantagens: não ter praia boa e não ter muitas opções de vida noturna. Para ver opções de hospedagem nos bairros, entre aqui.
  • Glória: a Glória já é um bairro quase no centro da cidade e que tem um aspecto de abandonado. Não tem atrativo como praia, restaurantes, e nenhum ponto turístico que faça valer a pena se hospedar por ali.

 

Conclusão

Como falei anteriormente, para aproveitar melhor a viagem, é preciso se hospedar na zona sul, embora o Rio tenha encantos em todas as regiões. É uma questão de otimizar tempo x distâncias e trânsito. Dentro da zona sul, a escolha fica principalmente em função da decisão de quanto pagar pela hospedagem. Que o Rio é uma cidade cara, todo mundo sabe, e quando se fala de bairros como Leblon, Ipanema, isso fica mais gritante ainda. Se o problema não for dinheiro, Ipanema fica sendo a minha primeira opção, pois acho mais simpática que o Leblon. Se o dinheiro pesar, eu ficaria com o Flamengo, justamente por ter tudo perto, inclusive metrô.

Quer mais dicas do Rio de Janeiro dadas por uma carioca apaixonada pela cidade? Acesse Rio de Janeiro é tudo de bom 

E já que estamos falando de hospedagem, reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking

Hotéis no Rio de Janeiro 

 

 

 

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Últimos comentários
  1. Pablo
  2. Alefe
  3. Elias Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *