Dicas para economizar em Orlando

Se tem uma cidade que não é cara nos Estados Unidos é Orlando. Portanto, uma viagem para conhecer a cidade e seus parques pode não ser tão cara quanto você imagina. Claro, que tudo depende de escolhas, e se a escolha é economizar, aqui vão umas dicas:

Hipmunk

Hipmunk

1) Passagens

Sim, existem várias promoções de passagens e é por aí que você vai começar a planejar a viagem gastando pouco. Fique de olho em sites nacionais de venda de passagens, como Submarino, Decolar, e também em de outros lugares, eu ultimamente só olho nesse: Hipmunk. Primeiro porque ele gera um gráfico (clicar na opção Pricegraph) super bacana com os preços das passagens, o que dá uma idéia do preço normal e do que seria uma promoção, afinal o que não falta é empresa vendendo “promoção” que não é de verdade.  Segundo porque depois é só escolher a data e ele te dá as passagens mais baratas, junto com o tempo de conexão e as taxas,  que alguns sites não fornecem e podem distorcer os preços no final. Depois de achar a mais barata, eu compro normalmente no site da companhia aérea.

E aí você me pergunta: Flávia, o que seria um bom preço de passagem para Orlando? Eu considero um bom preço de US $800 para baixo, portanto, se achar uma promoção com um valor menor, compre, pois a probabilidade de conseguir de novo não é tão alta.

Agora, lembrando dos meus tempos de agente de viagem , vai uma dica: sempre faça orçamento de pacote com aéreo, hotel e carro em agências. Isso porque eu mesma já vendi um pacote onde o aéreo, com tarifa de operadora, saía a US$ 600, concorda que é um preço imbatível? Pois é, as operadoras de viagens conseguem tarifas que os mortais não conseguem nem em promoções.. e aí o gancho é você já escolher um hotel  antes de comprar o pacote e pedir para ficar naquele hotel, tornando a viagem bem barata. E mais, peça desconto, sempre, pois ao contrário dos sites onde você não pode pedir desconto pois não existe o contato pessoal, em agências existe e literalmente não te custa nada pedir. Lembrando que agência, sites como Decolar ,Submarino, e até os da companhia aérea, TODOS sem exceção ganham comissões sobre as vendas, normalmente o mesmo percentual, sendo que na agência você pode barganhar. #ficadica

2) Hotel 

Pra quem não sabe, o Walt Disney World não fica em Orlando, apesar de todo mundo falar que vai para a Disney e está indo para Orlando. A Disney fica em um distrito próprio, chamado Reedy Creek, que inclui Lake Buena Vista, Bay Lake e outras áreas. Depois da criação da Disney, as cidades em volta se desenvolveram, a Universal montou seus parques, agora sim, em Orlando, mas o fato é que o turismo se desenvolveu em toda a região, não apenas em Orlando, mas também em Kissimmee, Winter Park e outros. E por isso a oferta de hotéis é enorme, fazendo então com que os baratos sejam bem baratos. Eu mesma fiquei em um Motel  em Kissimmee (lembrando que Motel nos EUA é um hotel onde se vai de automóvel e que os quartos têm acesso direto à garagem) na última vez e paguei menos de US$50 a diária com café da manhã. Isso em um quarto com capacidade para 4 pessoas e na alta temporada! Agora, se o grupo for grande, tipo 8 a 10 pessoas, vale a pena alugar uma casa, e olha, nesse caso nem será algo simples, será algo bacana e com mega conforto, como eu conto nesse post.

Minha dica (no caso de grupo de menos de 8 pessoas) : procure esses hotéis em Kissimmee (que por sinal é pertinho do Walt Disney World) . E fique atento se o hotel oferece o serviço de traslado para os parques, pois isso é fundamental, não pela gasolina, mas pelo valor cobrado de estacionamento dos parques: US$ 15 por dia. O que fiquei tinha esse serviço, mas acabei não utilizando.

 Se for viajar em um grupo maior, vale a pena dar uma olhada em casas para alugar, lembrando que elas têm uma taxa de limpeza, não têm café da manhã e o transporte. Portanto para valer a pena tem que ser preço bom com gente suficiente para diluir o valor.

O que não indico de jeito nenhum: hotel fora de um dos dois complexos (Walt Disney World e Universal Orlando) por mais de US$ 90. Por esse preço vale a pena ficar em um dos dois complexos e aproveitar todas as vantagens que eles oferecem, como por exemplo horas a mais nos parques no caso da Disney ou “fura-filas” no caso da Universal, além claro do transporte. E se ainda conseguir a promoção do plano de refeições de graça com o hotel, no caso da Disney, vale mais a pena ainda.

mapa da região

mapa da região pra mostrar que nada é muito perto nem muito longe

3) Carro

Tem gente que diz: é impossível ficar sem carro em Orlando. Sorry, mas estão errados. Amanhã mesmo estou indo para Orlando e deixarei o carro no hotel e passarei o fim de semana apenas com os transportes do hotel.

Tudo depende de onde você vai se hospedar. Se for dentro do complexo da Disney você terá transporte para todos os parques deles (Epcot, Magic Kingdom, Animal Kingdom, Hollywood Studios, Blizzard Beach, Typhoon Lagoon e Downtown Disney) , além de traslados ida e volta para o aeroporto. O mesmo acontece com os hotéis da Universal Orlando , com transporte para a Universal Studios, Island of Adventure e CityWalk.  O hotel baratinho que fiquei em Kissimmee faz transporte para o Walt Disney World e para o Aquática mas como não testei não posso dar o testemunho.

Enfim, pegando um hotel que tenha transporte para alguns parques, você já pode esquecer do carro por aqueles dias, e sim, significa que você pode até não alugar carro por esses dias. Já passei 10 dias em um hotel da Disney, aluguei carro por apenas 3 dias para fazer compras e visitar os outros parques fora do complexo.

Mas, não posso negar que a região é daquelas onde carro é fundamental. Portanto, lembra lá do pacote que falei de aéreo+hotel+carro ? Então, faça essa cotação em alguma agência, já definindo o tipo e lugar de hotel como eu dei a dica acima. A vantagem é que você vai poder pagar o carro parcelado junto com toda a viagem, e não esqueça de pedir o desconto. Claro que dá para fazer o aluguel separado, assim como o hotel e a passagem, só fique atento quanto à locadora, pois algumas alugam carros muito velhos e imagino que a última coisa que você queira é ficar com o carro quebrado em Orlando. Não é propaganda, até porque eles não sabem disso, mas alugo carro com a Hertz há 18 anos, e nunca tive problemas.

Aí vem a pergunta: Flávia, nunca dirigi em Orlando, preciso de GPS?  Olha, se fosse há 5 anos eu diria, claro! Se bem que eu já andei pela Flórida inteira sem GPS, apenas com mapa de papel. Mas GPS para que se hoje em dia pelo menos um membro da família tem um smartphone e pode instalar o Google Maps que tem as mesmas funções e em português? E mais, sabe como eu uso o Google Maps? Eu vinculo ele à minha conta do google e no computador eu já salvo todos os endereços que vou no dia seguinte. Chego no carro quando procuro os últimos endereços ele já pega tudo que eu marquei e nem preciso ficar digitando. Lembrando ainda que aqui o Google Maps é PERFEITO, sem erros, o que acaba não acontecendo no Brasil. Aí você fala, ah, mas preciso de internet para isso.. Ok, precisa, aí eu já adianto uma vantagem de outro tópico : telefone. Por US$ 70 você compra um chip pré pago ( o meu é da T-Mobile) com internet ilimitada e que ainda fala com qualquer número fixo para o Brasil, sem limite , por um mês. Estava agora mesmo simulando um aluguel de carro econômico em Orlando: sem gps: R$ 78,88 e com gps: R$ 129,34 por dia. Em 3 dias alugando com GPS você poderia ter comprado o chip, ficar com internet  durante toda a viagem e usar o Google Mapas e ter  telefone para se comunicar com o Brasil. Minha dica então é essa.. alugar sem GPS e comprar o chip de celular.

4) Ingressos

Antes de comprar faça o seu roteiro. Provavelmente você vai fazer vários parques e deve ficar atento a que  complexo ou rede eles se enquadram para poder começar a ver quais ingressos serão melhores para você. Isso porque sai  bem mais barato comprar pacotes, combos, de ingressos, do que comprá-los individualmente. Um exemplo é que se você compra ingresso para 2 dias na Disney você paga cerca de US$ 95 por dia e se comprar o combo de 10 dias paga cerca de US$ 35 por dia.  Os parques que se pode comprar em combo são esses :

– Walt Disney World : Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios, Animal Kingdom e os aquáticos Blizzard Beach e Typhoon Lagoon;

– Universal Orlando: Universal Studios e Island of Adventure

– SeaWorld Parks: SeaWorld, Bush Gardens, Discovery Cove e Aquática.

Com a definição de quais parques ir é fácil definir os combos e partir para a compra, que pode ser feita da seguinte maneira:

  • Site dos Parques
    Nesse caso você precisa de cartão de crédito internacional e vai ter IOF. A vantagem é que você pode ter acesso a promoções exclusivas, além de não correr o risco com fraudes . A desvantagem é que não pode parcelar e tem ainda o IOF.
  • Agências no Brasil:
    Se você tem uma agência de turismo de confiança e pedir para trabalharem com uma operadora também de confiança e  já consolidada nos EUA , o risco de fraude é muito pequeno, pois você assina contrato, tudo bonitinho, se acontecer algo errado você pode inclusive processar. A vantagem é óbvia: parcelamento em reais, sem o tal do IOF e sem susto com dólar. E aí vai de novo a dica de quem já foi agente (eu não sou mais ok?) : a agência, como qualquer intermediário e até mesmo o site do parque, ganham comissão na venda dos ingressos. Portanto, a mesma dica de sempre: aproveite o contato pessoal e peça desconto 😉
  • Empresas em Orlando:
    Nessa eu só vejo desvantagens: primeiro porque você corre o risco de ser ingresso falso, segundo que se for entregue no hotel você terá que pagar uma taxa extra, terceiro porque você já chega com tudo esquematizado e ainda tem que dar um pulo no escritório deles para retirar os ingressos. Além de não parcelar e ter o IOF. Ok, eles podem ter um preço razoavelmente bom? É o tipo de ganho que eu não vejo vantagem.
  • Na bilheteria
    Já comprei na bilheteria, mas não compensa. Primeiro porque não terá promoção alguma, você vai enfrentar filas , pagará em dólar, não vai parcelar e terá o IOF.

5) Alimentação

  • Café da manhã: se o hotel que você está não tem café da manhã incluído ou se você alugou uma casa, a minha sugestão é que faça compras em um mercado. Adoro o Publix, ele é ótimo e tem ótimas promoções BOGO (compre um e leve outro) mas não é o mais barato. O Walmart tem preços bons e uma boa variedade para o café da manhã, portanto dê uma passada lá e faça o estoque para a viagem e guarde no quarto, a maioria deles tem frigobar e microondas;
  • Almoço: bom, aí você estará dentro dos parques e eu tenho uma péssima notícia para dar : tudo é caro lá dentro. Para se ter noção eu paguei US$ 9 por um cachorro quente com queijo na última vez que fui.  Por isso que digo que tem que aproveitar a promoção do plano de refeições da Disney, que só é pra quem está hospedado em um hotel deles, pois acaba que o que você gasta em comida é maior que a economia do hotel. Mas, vou partir do princípio que ninguém tem o plano de refeições da Disney, ok? Então, fuja de restaurantes a la carte e buffet no parque e parta para os de refeições rápidas. Foi-se o tempo que não tinha comida saudável nesses restaurantes.. hoje em dia é fácil encontrar saladas como opções e aposte no menu infantil para as crianças, as porções são boas;
  • lanches e snacks:  eu aproveito a ida ao mercado e compro várias coisinhas.. desde biscoitos a chocolates.. até frutas em uma espécie de potinho já cortada e pronta pra comer. Aliás nesse quesito o mercado Whole Foods dá um show, apaixonada pelo potinho de frutas vermelhas deles. Agora, se está indo com crianças sabe que as tentações estarão por toda parte. Uma das coisas bacanas que tem nos parques da Universal é o refil de pipoca, além do de refrigerante, este último também tem nos parques da Disney;
  • água nos parques: taí algo que eu faço questão de economizar.. até porque cada garrafinha de água custa US$ 3 nos parques. Como minhas filhas só bebem suco natural (e não tem nos parques) e água, eu realmente preciso economizar, pois elas são capazes de beber 3 garrafas por dia, cada uma. O que eu faço? Levo garrafas daquelas de alumínio já cheias para os parques e conforme vai acabando nós vamos enchendo nos bebedouros. Se não tiver a garrafa compra uma no mercado de água normal e leva.. a água dos bebedouros são normalmente geladinhas e a economia é enorme;
  • jantar:  nesse caso tem duas opções.. ou você come no parque, já que alguns fecham super tarde e não dá pra sair sem ver os fogos, e aí cai no caso do almoço, escolher lugares com refeições rápidas.. Ou , se o parque fecha mais cedo, você pode comer na rua. E essa liberdade de comer na rua é uma maravilha. Nem preciso dizer que existem inúmeras opções de restaurantes na região. Eu não recomendo refeição rápida de novo pois ninguém aguenta ficar vários dias comendo assim no almoço e jantar. E o que posso sugerir:
    • cupons de desconto: sim, eles também existem para restaurantes. Portanto se você ouviu falar de algum restaurante especificamente, dê um google com o nome dele e cupons, assim você imprime e garante o desconto na refeição;
    • está com crianças? Eu usei da última vez o cartão Kids Eat Free, onde a criança não paga a refeição do kids menu. Leia no post como funciona e é uma dica bacana;
    • comprar comida congelada nos mercados.. se tem um lugar no mundo que a variedade de comida congelada é enorme é os Estados Unidos e como alguns hotéis têm microondas isso facilita;
    • se tiver em apartamento ou casa alugada, fazer a comida sai bem mais barato do que comer fora;
    • existem buffets super baratos, eu tenho certo receio mas para quem gosta de arriscar pode valer a pena.

 6) Souvenirs e lembrancinhas

Bom, é difícil voltar pra casa sem nenhuma lembrancinha do parque, ainda mais com crianças. Como eu falei, tudo no parque é mais caro, portanto estipule um valor diário para gastar com esses itens. O ideal é comprar tudo fora do parque, tem cada promoção absurda nas lojinhas, tipo 3 camisas por nem US$ 10.. fora que você pode comprar algumas  no Walmart.

7) Compras

A idéia é economizar em tudo para gastar nas compras? Então continue lendo.. se você realmente está sem dinheiro para comprar qualquer coisa, pule para o próximo item. Continuando.. já falei que Orlando é uma cidade barata né? E quando falo isso é porque até o custo de vida dela é mais barato do que por exemplo, Miami, onde eu moro. Desde gasolina, alimentação.. tudo é mais barato..  E claro, na mesma leva você vai encontrar os produtos mais baratos nas lojas e shoppings da cidade. E se a cidade é barata os outlets são mais baratos ainda.. portanto, se a idéia é economizar, foca neles. Orlando tem 2 outlets da rede Premium Outlets: o Vineland e o International Drive. O último é maior e portanto tem maior variedade de produtos e fica pertinho do Universal Orlando Resort.

E se estamos falando em economizar, abuse use dos cupons! A própria rede Premium Outlets disponibiliza um link com os cupons para imprimir. Basta se cadastrar no site,  selecionar os outlets de Orlando. Ao receber o email de confirmação você terá acesso a todos os cupons disponíveis. Imprima tudo e boas compras! Ah, não custa também dar um “google” na sua loja preferida e a palavra coupons.. imprima antes da viagem e leve também.

8) Comunicação 

Já falei lá em cima que o custo de um chip pré pago com internet ilimitada e telefonemas para fixos do Brasil é de cerca de US$ 70  e que isso pode servir também como seu Gps, já que pode usar o google maps para essa função. Mas, se achar que não vale a pena, todos os parques estão com wi-fi disponível, assim como a maioria dos restaurantes, o que facilita a comunicação via Viber, Skype, Whatsapp, Facebook..

Enfim, essas são as minhas dicas para economizar em Orlando. E vocês? Tem alguma dica para me dar?

Leia também

 

Planejando uma viagem para Orlando

Qual a melhor época para ir para Orlando?

Ir ou não aos parques aquáticos da Disney em Orlando?

Disney: com que idade levar as crianças?

Walt Disney World: tudo sobre o fastpass+

Walt Disney World: tudo sobre o photopass

Qual a vantagem de se hospedar em um resort no Walt Disney World?

Disney World, seus resorts, sua magia!

Encontro com personagens no Walt Disney World

 

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Últimos comentários
  1. Daniela
  2. Acir Abel
  3. Juliana
  4. Jacqueline Maxwell
  5. Jacqueline Maxwell
      • Jacqueline Maxwell
  6. Jacqueline Maxwell
      • Gianny
  7. Jaqueline Diaz
  8. Ana Cecilia
  9. Sonia Canellas
  10. Maria Cecilia Mesquita
  11. Carol
  12. Pedro Rodrigues
  13. Brenda Oliveira
  14. Leandro Belga
    • Jaqueline Diaz
  15. Marcelo Santos
  16. Gislaine
  17. Felipe
  18. Eunir Caetano Silva
  19. Satie
  20. Michelle Frías
  21. luciano lins
  22. Débora Pupo
    • Isabela
    • Jaqueline Diaz
  23. Luciane Lopes
  24. Luana Pires
  25. edlayne
  26. Kiki Giorgi
  27. Fabiana
  28. Andressa Maturo
  29. Juliana Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *