Luxo e Sustentabilidade podem andar em parceria?

Bom, pra começar eu ADORO turismo de luxo… e quem não gosta? Afinal se a gente deixa o conforto da nossa casa pra conhecer o mundo por que isso não pode ser feito de uma maneira mais confortável ainda e nos dando um certo luxo que não temos em casa? Mas isso não quer dizer que não me preocupo com sustentabilidade, pelo contrário, e pensando nesse assunto, o Maurício do  Trilhas e Aventuras coordenou um debate, no dia 26/11: “Luxo e sustentabilidade podem andar em parceria?”  ,  via twitter com o uso da hashtag #turismoemdebate.

Os participantes responderam e debateram o tema em cima das seguintes perguntas:

P1 – Quem é você, de qual blog e de onde está teclando? E diga se curte Turismo de Luxo.
P2 – Em sua opinião, luxo é incompatível com sustentabilidade? Eles podem andar em parceria?
P3 – Existem impactos socioambientais negativos que podem ser associados a empreendimentos de luxo? Quais?
P4 – Quais exemplos já vistos no turismo podem ilustrar “luxo com sustentabilidade” de forma positiva?
P5 – Você tem exemplos negativos da relação luxo x sustentabilidade no setor turístico?
P6 – Você já deixou de ir a um destino de luxo por causa de questões socioambientais?
P7 – O que mais incomoda você nos empreendimentos e destinos de luxo em relação à sustentabilidade?
P8 – Que medidas sustentáveis você indicaria para um empreendimento de luxo?
P9 – Precisamos de empreendimentos luxuosos para promover o turismo no Brasil?
P10 – Divulgue seus links com conteúdos que ilustrem o assunto discutido hoje: Luxo e Sustentabilidade.

Classe executiva da Air France

Todos concordaram que devido às novas tecnologias, luxo e sustentabilidade podem e devem caminhar juntos. E acho que é essa a tendência mundial desse nicho de mercado do turismo, até porque esse tipo de destino/empreendimento tem mais condições de investir na sustentabilidade assim como os seu público está disposto a pagar por isso.

Porém, mesmo com essa tendência sustentável nos deparamos com lugares onde é nítida a falta de preocupação com o assunto, ou a preocupação até existe, mas  existem interesses maiores, com muito dinheiro e empresas grandes envolvidas, como no caso do resort que está planejado para ser feito no meio de uma reserva ambiental aqui na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro.

Outro exemplo negativo que me chamou a atenção, dado o profundo conhecimento do Leandro do Mala da Sogra, foi a questão dos cruzeiros marítimos, outro nicho de turismo de luxo. Ele nos mostrou esse link , o qual fala do impacto do lastro nos navios na vida marinha dos oceanos com a fluxo de microorganismos do seu meio ambiente para outro causando risco à fauna nativa desse novo. Vale a pena ler a matéria.

Significa que não basta ser tendência , é preciso boa vontade política, engajamento, educação da população (praticamente todos concordaram com isso no debate) e claro,dinheiro. Dinheiro para investir em energias alternativas sustentáveis (eólica, solar),coleta seletiva do lixo, reciclagem, uso consciente da água e comida (muitos concordaram que nesse tipo de turismo existe muito desperdício), aproveitamento da água da chuva, entre outros. As tecnologias já estão aí para serem usadas, basta querer!

Golfinhos Rotatores em Noronha

Eu e o Maurício, que somos fãs de carteirinha de Fernando de Noronha e conhecemos seus projetos como o do Golfinho Rotator e Tamar e o trabalho que a Econoronha vem fazendo, citamos a ilha como um bom exemplo no Brasil . Outro participante citou as Ilhas Seychelles como outro exemplo positivo de preocupação com sustentabilidade.

E fora esses  locais já consagrados como sustentáveis, é bacana ler notícias como as do site  Eco Desenvolvimento  que chegou a fazer uma  lista com hotéis de luxo preocupados com a sustentabilidade em diversos destinos. Confesso que a minha vontade é de só frequentar esse tipo de hotel, acho uma baita propaganda positiva, e tenho certeza que não sou a única a pensar assim.

 

Para saber tudo que foi dito no debate, acesse o documento.

 

Sobre o Turismo em Debate

O Turismo em Debate é uma Blogagem Coletiva, mensal, baseada em temas debatidos no twitter com a hashtag #turismoemdebate

 

 

 

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *