Tinha uma tempestade no meio do caminho para o paraíso

Acho que todos sabem que pra chegar à Noronha ou se vai por Natal ou por Recife. Tanto na primeira vez que fui,como nessa, eu fui por Recife e de Gol. Chegando em Recife, descemos do avião e ficamos esperando a conexão. Após 30 minutos de atraso a Gol informa que com a tempestade que estava em Fernando de Noronha seria impossível o avião aterrisar lá. Na hora é aquele banho de água fria, poxa, menos um dia lá? o que fazer?
Enfim, a Gol acomodou todos os passageiros no simpático Hotel Shelton Inn na beira da Praia de Piedade. Nada luxuoso, mas com um café da manhã e restaurante muito bons!

Piscina do Shelton Inn

Quarto do Hotel

Antes mesmo de sair do aeroporto fui no estande da Gol e adiei minha volta, voltando um dia depois do previsto. A Gol fez isso sem cobrar nenhuma taxa e deixou todo mundo no hotel de van.
E como sou da teoria de que temos que aproveitar os imprevistos, fui dar uma caminhada na praia de Piedade, mesmo com todos avisos da família de que Recife é muito perigoso.
Passei o fim de tarde comendo um peixinho com macaxeira a um preço muito bom R$20
e batendo papo com um casal carioca também.

Peixe com macaxeira

Praia da Piedade

Entrada do Hotel pela Praia da Piedade

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *