Para não errar em uma viagem a negócio para a Arábia Saudita

dsc00940.JPG
Podem falar que estou sendo repetitiva, mas a minha “atração” por ler sobre Dubai me faz vir aqui e falar sobre Dubai.. Tenho revisitado um livro que eu comprei há uns anos “1000 lugares para se conhecer antes de morrer” e li sobre o Mercado do Ouro de Dubai.  É o maior mercado de ouro no mundo  e  fica na Rua Sikkat Al-khail. O interessante, e depois falo mais, é que os produtos a venda são na grande maioria feitos para os homens.

Tenho um conhecido que tem frequentado a Arábia Saudita a negócios e fico curiosa com os custumes e hábitos do Oriente Médio. Ele me falou que a primeira vez que foi pra lá recebeu um “guia” de como se comportar em reuniões de negócios lá.  Vou listar algum desses “procedimentos”:

  •  aperto de mão: apenas entre pessoas do mesmo sexo (a aproximação física é comum entre homens e é possível ver nas ruas homens de mãos dadas e homens que se beijam)
  • entre sexos diferentes, nada de aproximação
  • álcool e carne de porco são vetados pela religião islâmica, isso inclui não usar roupas de couro suíno, é considerado uma indelicadeza
  • mesmo que seja a presidente da companhia, esquecer a representação feminina em negociações, mulheres ocidentais que visitam a Arábia devem respeitar as leis locais, incluindo traje, não usar maquiagem, não dirigir, frequentar a área dos restaurantes reservadas às mulheres. Lá as esposas são excluídas das reuniões sociais. (para se ter uma idéia, quando essa pessoa contou como eram as festas de casamento aqui, a pergunta deles foi se aqui tinha muita Aids por misturar homem com mulher em festas)
  • nunca cruze as pernas: mostrar a sola do sapato se constitui um insulto por ser a parte do corpo mais baixa a entrar em contato com o chão é considerada impura.
  • considera-se a mão esquerda “suja”, portanto evite receber presentes, cartões, cumprimentar e até gesticular com essa mão
  • jamais ofereça presentes à esposa de alguém ou filha, e não abra presentes que receber em público, apenas sozinho
  • nunca fale que a esposa, nem a filha de alguém é bonita, não será considerado elogio..
  • árabes não fecham negócios facilmente, eles precisam ter amizade antes, conhecer as pessoas, portanto muito calma nessa hora.. nada de atropelar a negociação.

Esse conhecido falou vários casos interessantes, lá não se pode fotografar mulheres nas ruas, se for pego pode levar uma pena em praça pública. Na verdade o ideal é não aparecer com a câmera para evitar qualquer coisa. Dirigir lá é impossível, mas por causa das placas… Ele contou que um amigo foi comprar um relógio e perguntou o preço, o vendedor disse , e o amigo falou “ok”. O vendedor  se ofendeu dizendo que não iria vender, que o cliente PRECISA negociar , não pode aceitar de cara o valor.. isto é, qualquer compra tem que ser pechinchada.. E vale a pena. Já ia me esquecendo, como todos os homens lá se vestem igual, de “thoub”, o que mostra quem tem mais dinheiro são os acessórios (jóias, relógios) e a ornamentação da roupa, normalmente banhada a ouro quando o árabe tem dinheiro
dsc00853.JPG

As fotos são do conhecido na Arábia..mais precisamente em Ryad.

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Últimos comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *